Glaucófitas

O Reino Plantae subdivide-se em três sub-reinos e as glaucófitas (Glaucophyta) fazem parte de uma divisão do sub-reino Biliphyta.  Eram consideradas anteriormente protistas, porém na atualidade se encaixam no Reino Plantae. As glaucófitas são algas de água doce, que vivem no plâncton ou como epífitas sobre outras algas, briófitas e angiospermas. Se assemelham às cianobactérias simbióticas, já os demais tipos de algas receberam os seus cloroplastos por endossimbiose secundária. Este grupo se distingue principalmente pela presença de cianelas, que são os cloroplastos que guardam características típicas de cianobactérias e estão ausentes dos plastos das outras algas e plantas.

cianelaNas glaucófitas a parede celular das cianobactérias (seres que evoluíram posteriormente para diversos tipos de organismos, como algas) ainda envolvem o plastídio, mas a parede foi perdida na linhagem que inclui as algas vermelhas e as plantas verdes.

As glaucófitas, também podendo ser referidas como glaucocistófitas,  formam um pequeno grupo de algas microscópicas verde azuladas que possuem apenas um único núcleo e são biflagelados, porém provavelmente a cianobactéria ancestral possuía clorofila a e b, assim como pigmentos azuis e vermelhos que foram perdidos conferindo assim a sua cor verde-azulada,. Este é um grupo de algas unicelulares eucarióticas e, muitas das vezes podem viver em colônias, sendo flageladas e imóveis. Este grupo inclui 3 gêneros e 14 espécies. A origem do nome vem de sua cor, ou seja, glauco – significa cor verde azulada.

Colônia de Gaucocystes.

Colônia de Glaucocystis.

Estas algas possuem uma parede com fina camada de peptideoglicano, sua reprodução é assexuada e dá-se por meio de zoósporos, endósporos ou bipartição. Possuem mitocôndrias com cristas planas e realizam uma mitose aberta, sem centríolos. Alguns raros animais móveis possuem flagelos desiguais, que podem estar ancorados por um sistema de várias camadas de microtúbulos, similares encontrados em algumas algas verdes.

Existem três gêneros principais, que são todos de água doce:

  • Glaucocystis – é imóvel, uma ou mais células por colônia, possui flagelo vestigial muito curto, os plastos alongados, divido em dois grupos, um de cada lado do núcleo e ainda possuem uma parede de celulose. Reprodução assexuada por autósporos.
  • Cyanophora – é móvel e não possui parede celular.
  • Gloeochaete – possuem estágios móveis e imóveis, sua parede celular não é composta por celulose.

Fonte:
http://www.casasbahia-imagens.com.br/html/conteudo-produto/12-livros/275947/275947.pdf
http://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=lang_pt&id=XgEluMvQDZIC&oi=fnd&pg=PA8&dq=Glaucophyta&ots=3-7TcclhFL&sig=dkVNoJuWgC9e20jf4mJK9eNaC0E#v=onepage&q=Glaucophyta&f=false
http://www1.ci.uc.pt/pessoal/nunogdias/algario/glaucocystis.htm
http://emaxilab.com/enciclopedia/article_16392.html
http://linneo.bio.ucm.es/plantas_criptogamas/materiales/algas/glaucophyta.html
http://www.shigen.nig.ac.jp/algae_tree/GlaucophytaE.html