Dêixis

Mestra em Letras e Linguística (UFG, 2016)
Licenciada em Letras-Português (UFG, 2009)

Dêixis é uma palavra de origem grega (deiktikós) que significa “mostrar, demonstrar, apontar ou indicar”, a partir da qual deriva o adjetivo “dêitico”.

Em linguística, dêiticos são os elementos que contribuem com a coesão e articulação textuais, como os pronomes pessoais e demonstrativos, os tempos verbais, os advérbios de tempo e lugar e uma infinidade de outros recursos linguísticos.

A referência dêitica é objeto de estudo da Pragmática, área da Linguística que analisa a relação entre o significado das palavras, os interlocutores e o contexto da interação verbal.

Nos atos comunicativos, os elementos dêiticos localizam e identificam pessoas, objetos, eventos aos quais nos referimos no momento da enunciação. Estes elementos contribuem para a coesão textual estabelecendo uma relação de sentido entre suas partes. Nesse sentido, os elementos dêiticos também são definidos como os elementos linguísticos que indicam os participantes de uma situação enunciativa, o lugar ou o tempo em que determinado enunciado é produzido.

Além disso, os elementos dêiticos enriquecem o sentido do texto, pois evitam a repetição desnecessária de palavras e asseguram uma ligação entre os elementos que ocorrem na superfície textual, fazendo referência ao contexto da enunciação, constitutiva do sentido dos enunciados. Observe o exemplo:

Ana e Joaquim foram passear no shopping ontem. Eles ficaram uns trinta minutos e depois foram embora.

Repare que neste enunciado há três elementos dêiticos em evidência. O primeiro é o Advérbio de Tempo “ontem”, responsável pela delimitação temporal; o segundo é o Pronome Pessoal “eles”, o qual retoma e substitui o sujeito composto da primeira oração “Ana e Joaquim”, evitando a repetição dos termos; o terceiro é o Advérbio de Lugar “lá” que, da mesma forma, retoma e substitui o complemento verbal “shopping”, evitando sua repetição.

Tipos de referências dêiticas

Existem três tipos de referências dêiticas:

Dêixis ad óculos: Quando um elemento representa outro já conhecido pelos interlocutores.

Exemplo: Escolha este ou aquele.

Os Pronomes destacados referem-se a um elemento já reconhecido ou identificado pelos interlocutores.

Dêixis anafórica: Quando o elemento relembra ou retoma algo que já foi dito anteriormente.

Exemplo: Ana Júlia ganhou um diploma de honra ao mérito. Essa menina me enche de orgulho.

Repare que o pronome demonstrativo retoma anaforicamente o sujeito, Ana Júlia, por isso deve ser grafado “essa” no lugar de “esta”.

Dêixis catafórica: Quando representa um elemento que não apareceu no discurso anteriormente.

Exemplo: Esta menina me enche de orgulho. Ana Júlia ganhou um diploma de honra ao mérito.

Tipos de elementos dêiticos

Os elementos dêiticos podem ser: de pessoa, de tempo, de lugar, de discurso e social. Vejamos cada um deles a seguir:

1. Dêixis de pessoa

A Dêixis de Pessoa corresponde aos termos que remetem às pessoas do discurso, ou seja, aquelas que participam do ato comunicativo. Esses elementos referem-se ao próprio locutor e ao seu interlocutor, e podem ser representados pelos pronomes pessoais do caso reto de 1.ª e 2.ª pessoas: eu, tu, nós, vós, pelos pronomes pessoais oblíquos me, te, nos, vos, pelos pronomes possessivos de 1.ª e 2.ª pessoa: meu, teu, nosso, vosso e também pelos vocativos.

2. Dêixis de tempo

A dêixis temporal delimita o momento da enunciação, representados, principalmente pelos Advérbios de Tempo.

3. Dêixis de lugar

A dêixis espacial delimita o lugar/espaço de enunciação, representados pelos Advérbios de Lugar, como aqui, aí, lá, acolá, ali etc.

4. Dêixis de discurso

A dêixis discursiva é representada pelos Pronomes que remetem a uma parte do texto, como as expressões: “no capítulo seguinte”, “a seguir”, “no trecho acima”, “na ilustração abaixo” etc.

5. Dêixis social

A dêixis social são expressões utilizadas para designar os papéis sociais desempenhados pelo locutor ou por seu interlocutor e o status decorrente desses papéis, como os Pronomes de Tratamento “senhor”, “senhora”, “mestre”, “doutor”, “doutora” e outras formas de tratamento.

Referências:

LEVINSON, S.C. Pragmática. São Paulo: Martins Fontes, 2007, p. 65-116.

MELO, I. F. Você sabe o que é dêixis? Revista Conhecimento Prático – Língua Portuguesa, n.22. São Paulo: Escala Educacional, 2015, p. 42-47.

Arquivado em: Linguística, Português