Substantivos sobrecomuns

Mestra em Letras e Linguística (UFG, 2016)
Licenciada em Letras-Português (UFG, 2009)

Ouça este artigo:

Os substantivos são a classe de palavras variáveis que nomeiam pessoas, animais, lugares, objetos, sentimentos. Em Língua Portuguesa, todos os substantivos sofrem a flexão de gênero gramatical em feminino ou masculino.

Os substantivos uniformes são aqueles que apresentam apenas uma forma para representar os gêneros masculino e feminino dos seres. Eles são classificados em: Epiceno, Comum de dois gêneros e Sobrecomum.

Substantivos Sobrecomuns

Os substantivos sobrecomuns são aqueles que apresentam um único gênero gramatical para designar tanto seres do sexo feminino, quanto seres do sexo masculino.

Exemplos:

  • o apóstolo
  • o cônjuge
  • a criança
  • a testemunha
  • o algoz
  • o carrasco
  • a criatura
  • o ser
  • o indivíduo
  • a língua
  • o monstro
  • a pessoa
  • a vítima
  • o animal
  • o dedo-duro
  • o defunto
  • o gênio
  • o cadáver
  • a caricatura
  • o ídolo
  • o líder
  • o membro
  • a fala
  • o sósia
  • o sujeito
  • o texto
  • o manequim
  • o ente
  • o neném
  • o bebê
  • o fim
  • o planeta
  • o cometa
  • o mapa
  • o sino
  • a árvore
  • a flor
  • a linguagem
  • o amor
  • a família

Na Língua Portuguesa, alguns substantivos sofrem alteração semântica, ou seja, mudam de significado, quando a marcação de gênero é modificada pelos artigos femininos ou masculinos. Veja:

  • o capital (o dinheiro)
  • a capital (a cidade-referência de um Estado)
  • o moral (brio, ânimo)
  • a moral (valores e regras comportamentais)
  • a cabeça (parte do corpo)
  • o cabeça (o chefe, o líder)
  • o caixa (o funcionário, eletrônico)
  • a caixa (objeto)
  • o guia (aquele que guia o caminho)
  • a guia (documento, formulário)
  • o guarda (o soldado)
  • a guarda (vigilância, corporação)
  • o grama (unidade de medida)
  • a grama (relva, capim)
  • o coma (estado de sono permanente)
  • a coma (cabeleira, juba)

Diferença entre substantivo sobrecomum e substantivo epiceno

Enquanto as substantivos sobrecomuns apresentam um único gênero gramatical para designar tanto seres do sexo feminino, quanto seres do sexo masculino, os epicenos apresentam uma só forma para ambos os gêneros, sendo antecedidos por artigos ou pronomes adjetivos masculinos ou femininos e seguidos das palavras macho e fêmea.

Exemplos:

  • a cobra
  • a onça
  • a girafa
  • a baleia
  • a barata
  • a borboleta
  • a girafa
  • a andorinha
  • a águia
  • o jacaré
  • o sabiá
  • o tatu
  • a anta
  • a arara
  • a borboleta
  • o canguru
  • o caranguejo
  • a coruja
  • o crocodilo
  • o escorpião
  • a formiga
  • a mosca
  • a onça
  • a pantera
  • o pernilongo
  • a piranha
  • a rã
  • a raposa

Diferença entre substantivo sobrecomum e substantivo comum de dois gêneros

O substantivo uniforme comum de dois gêneros, como o próprio nome revela, é aquele que apresenta a mesma forma para designar os gêneros masculino e feminino. O que os diferencia é a anteposição de artigos ou pronomes adjetivos masculinos ou femininos.

Exemplos:

  • o / a gerente
  • o / a dentista
  • o / a docente
  • o / a artista
  • o / a analista
  • o / a agente
  • o / a indígena
  • o / a colega
  • o / a imigrante
  • o / a jovem
  • o / a camarada
  • o / a estudante
  • o / a jornalista
  • o / a pianista
  • o / a atleta
  • o / a acrobata
  • o / a intérprete
  • o / a patriota
  • o / a mártir
  • o / a lojista
  • o / a viajante
  • o / a médium
  • o / a porta-voz
  • o / a camelô
  • o / a fã
  • o / a chofer
  • o / a líder
  • o / a hóspede

Aprenda mais sobre os substantivos uniformes e biformes e substantivos de gêneros vacilantes.

Arquivado em: Português