Tempos verbais compostos

Pós-graduada em Língua Portuguesa e Literatura (Mackenzie, 2016)
Licenciada em Letras Português-Inglês (FMU, 2012)

Publicado em 21/03/2019

Os tempos verbais compostos são formados por um verbo auxiliar (ter ou haver) e um verbo principal, no qual será conjugado.

Seguem abaixo os tempos verbais compostos:

Modo Indicativo

Pretérito Perfeito Composto

É formação do Presente do Indicativo do verbo ter ou verbo haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar um fato repetido que tem ocorrido no passado, e que se prolongou até o presente.

Exemplo:

Eu tenho cantado muito atualmente.
Verbo ter + verbo principal

Nota-se que essa frase retrata um fato que tem ocorrido frequentemente.

Pretérito Mais-que-Perfeito Composto

É a formação do Pretérito Imperfeito do Indicativo do verbo ter ou verbo haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar uma ação que aconteceu antes de outra ação passada, também pode ser usado para retratar um fato situado que não se tem certeza, no passado.

Exemplo:

Eu já tinha viajado para longe, quando você chegou ao aeroporto.
Verbo ter + verbo principal

Nota-se que nessa frase ocorreu uma ação antes de outra passada.

Futuro do Presente Composto

É a formação do Futuro do Presente Simples do verbo ter ou verbo haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar uma ação futura que estará terminada antes de outra ação futura, isto é, antes de acontecer.

Essa ação pode indicar certeza como incerteza.

Exemplo:

Amanhã, quando você acordar, eu já terei partido para bem longe.
Verbo ter + verbo principal

Nota-se que nessa frase a ação já estará terminada antes da outra realmente acontecer.

Futuro do Pretérito Composto

É a formação do Futuro do Pretérito Simples do verbo ter ou haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar um fato que poderia ter ocorrido depois de um outro fato no passado. Também pode indicar um fato no passado, que transmite incerteza, surpresa e indignação.

Exemplo:

Eu teria vendido o carro, se você não tivesse quebrado o motor.
Verbo ter + verbo principal

Nota-se uma ação que aconteceu no passado, e que transmite indignação.

Modo Subjuntivo

Pretérito Perfeito Composto

É a formação do Presente do Subjuntivo do verbo ter ou haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar um fato anterior concluído, referindo-se a um fato que ocorreu no passado ou que vai ocorrer no futuro.

Exemplo:

Eu espero que você tenha comparado as passagens a tempo, para viajarmos.
Verbo ter + verbo principal

Nota-se nessa frase o desejo de que as passagens tenham sido compradas a tempo, isto é, que o fato já tenha ocorrido com o objetivo de acontecer a viagem.

Pretérito Mais-que-Perfeito Composto

É a formação do Pretérito Imperfeito do Subjuntivo do verbo ter ou haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar um fato que aconteceu antes de outro fato já terminado.

Exemplo:

Se você não tivesse quebrado o motor, eu teria vendido o carro.
Verbo ter + verbo principal

Nota-se que nessa frase aconteceu uma ação anterior que impediu a venda do carro, isto é, que outra ação tenha sido finalizada.

Futuro Composto

É a formação do Futuro Simples do Subjuntivo do verbo ter ou haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar um fato que estará concluído antes de outro fato futuro.

Exemplo:

Quando você chegar em casa, já terei jantado.
Verbo ter + verbo principal

Nota-se que nessa frase o indivíduo concluiu a ação antes de outra acontecer no futuro.

Formas Nominais

Infinitivo Impessoal Composto

É a formação do Infinitivo Impessoal do verbo ter ou haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se quando o verbo exigir regência de uma preposição, sem sujeito definido e se caso o sujeito da segunda oração for igual.

Exemplo:

Ter ganhado
Verbo ter + verbo principal

Ter viajado
Verbo ter + verbo principal

Infinitivo Pessoal Composto

É a formação do Infinitivo Pessoal do verbo ter ou haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar uma ação passada já concluída.

Exemplo:

Ter comprado

Verbo ter + verbo principal

Ter amado

Verbo ter + verbo principal

Gerúndio Composto

É a formação do Gerúndio do verbo ter ou haver com o particípio do verbo principal.

Usa-se para retratar um fato prolongado que foi finalizado antes do fato da oração principal.

Tendo vendido
Verbo ter + verbo principal

Fontes:

CELSO, C; LINDLEY, C. Nova gramática do português contemporâneo. 6 ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2009. p. 416-418.

HILDEBRANDO. A. A. Gramática ilustrada. 2 ed. São Paulo: Editora Moderna, 1991. p. 162.

https://www.soportugues.com.br/secoes/morf/morf66.php

Arquivado em: Português