Esteroides

Mestre em Química (UFRJ, 2012)
Graduada em Química (UFRJ, 2010)

Biologicamente, esteroides fazem parte de um grupo complexo de hormônios e enzimas que interagem para manutenção da vida, estando presentes em quase todas as formas de vida e sendo sintetizadas pelos próprios organismos. Quando se analisa os esteroides do ponto de vista químico, eles são compostos lipossolúveis, derivados de triterpenos tetracíclicos. Os esteroides fazem parte de uma classe de lipídios que possuem uma estrutura em comum de hidrocarbonetos com 17 átomos de carbono ligados em quatro estruturas cíclicas, como mostra a figura abaixo.

Os esteroides são hormônios produzidos pelo córtex da suprarrenal ou pelas gônadas, sendo responsáveis por diversas funções nos organismos, incluindo controle metabólico e características sexuais. Esteroides sintéticos derivados da testosterona são muito utilizados na clínica médica e na medicina esportiva e são chamados de esteroides anabólicos androgênicos.

Dependendo dos grupos funcionais que se ligam na estrutura base dos esteroides, a molécula terá funções diferentes no organismo. Esses grupos funcionais podem ser diversos, mas os mais comuns são álcoois, ésteres, cetonas, aldeídos e ácidos carboxílicos. Dentre os esteroides naturais, o mais importante é o colesterol e seus derivados, como os hormônios sexuais feminino (estradiol) e masculino (testosterona).

Principais tipos de esteroides sintetizados pelos organismos:

  • Colesterol – presente nas membranas celulares e envolvido na síntese de hormonas, sais biliares e da vitamina D.
  • Fitoesteróis – presentes nas membranas celulares das plantas.
  • Micosteróis – presentes nos fungos.
  • Hormônios esteroides – corticosteroides, estrogênios, progesterona, androgênios, entre outras.

Alguns esteroides importantes

Colesterol

Molécula de colesterol.

É um álcool insaturado de extrema importância para nosso organismo. O colesterol faz parte da estrutura das membranas celulares, sendo também um reagente de partida para a biossíntese de vários hormônios (cortisol, aldosterona, testosterona, progesterona etc), dos sais biliares e da vitamina D. Os alimentos que são ricos em colesterol são as gorduras de origem animal, tais como carnes vermelhas, ovos e laticínios e seu excesso no sangue é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças arteriais coronarianas, principalmente o infarto agudo do miocárdio.

Estradiol

É o principal hormônio sexual feminino produzido pelos ovários, que é a base dos estrógenos (outros hormônios sexuais femininos, tais como a progesterona). Possui como função a regulação dos ciclos menstruais, a ovulação, a síntese de proteínas do útero, glândulas mamárias e vagina, bem como estimular a estrutura óssea e muscular que dão as características do corpo feminino.

Testosterona

É o principal hormônio sexual masculino, mas também está presente no corpo das mulheres. Sua produção se dá pelas três glândulas esteroidais, que são: córtex adrenal, testículos e ovários. É o hormônio que promove e mantém a produção de espermatozoides e de características masculinas, tais como barba, músculos e voz grossa.

Esteroides anabolizantes

Esteroides anabolizantes são drogas fabricadas para substituírem o hormônio masculino testosterona, fabricado pelos testículos. Eles ajudam no crescimento dos músculos (efeito anabólico) e no desenvolvimento das características sexuais masculinas como: pelos, barba, voz grossa etc. (efeito androgênico). São usados como medicamentos para tratamento de pacientes que não produzem quantidade suficientes de Testosterona. Por aumentarem a força e a massa muscular do indivíduo, muitas vezes são utilizados por atletas e pessoas objetivando resultados rápidos em ganho de massa muscular, o que pode gerar diversos problemas futuros.

Bibliografia:

Atkins, P.W., Jones, L., Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio ambiente 5ª ed., Porto Alegre: Ed. Bookman, 2012.

Usberco J., Salvador E., Química Geral, 12ª.ed., São Paulo: Saraiva, 2006.

http://www2.unifesp.br/dpsicobio/cebrid/quest_drogas/esteroides_anabolizantes.htm

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42301999000400014

http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39132/tde-20042007-100232/publico/Dissertacaomestrado.pdf

 

Arquivado em: Compostos Químicos