Exílio

Graduada em História (UFF, 2017)
Mestre em Sociologia e Antropologia (UFRJ, 2012)
Graduada em Ciências Sociais (UERJ, 2009)

Pode-se definir exílio como a saída da pessoa do lugar onde vive, muitas vezes por causa de questões e conflitos políticos que possam colocar em risco sua integridade física. Por esse motivo, há a dúvida se o exílio deve ser analisado como um fenômeno participante dos estudos sobre movimentos migratórios, ou se corresponde a um movimento com características e implicações diferenciadas que deve ser analisado de forma isolada.

Inicialmente os exilados eram tidos como um grupo de intelectuais e políticos que realizaram deslocamentos forçados (pelo governo ou pela necessidade de sobrevivência) por causa de imperativos de caráter predominantemente políticos, enquanto a motivação para os processos migratórios eram fatores sócios econômicos ou opressão por situação de violência e miséria no caso dos refugiados.

  • Migrante: Qualquer pessoa que se desloca do país/região em que nasceu. Por exemplo: Migrante econômico;
  • Emigrante: Pessoa que deixa seu local de nascimento para viver em outro país, estado ou região A causa da sua saída indica o status legal desse indivíduo no país que ele foi viver;
  • Imigrante: É o migrante que entra em determinado país ou região para ali viver;
  • Refugiado: É o migrante que deixa seu país fugindo de violência, conflitos, violações dos direitos humanos (categoria específica de imigrante → Pessoa que se vê obrigada a deixar sua casa, rompendo laços culturais, familiares e sociais.)
  • Exilado: É a expatriação, voluntária ou forçada, de um indivíduo.

Muitos autores utilizam o termo exilado como sinônimo de refugiado, pois analisam o movimento de um indivíduo que sai do seu país por sofrer ameaças de perseguição devido ás suas convicções políticas, pertencimento e características raciais e práticas religiosas como semelhantes àqueles critérios definidores da ACNUR para a categoria de exilado.

Embora os casos mais recorrentes sejam o de indivíduos exilados, há casos de países que passaram por esse processo como o Tibete e também a Armênia que se exilou na Cilícia formando ali um novo reino.

O exílio pode acontecer de forma imposta ou voluntária. O exílio forçado é conhecido popularmente como expatriação. Quando o individuo busca por exílio a partir de iniciativa própria, isto é, sem que haja alguma imposição legal ou jurídica que determine a sua saída, esse movimento é denominado de autoexílio ou exílio voluntário. A Anistia Internacional não faz distinção de um tipo de exílio para outro.

No período dos governos nazistas, houve um grande número de indivíduos da comunidade judaica que deixaram seus países de origem por causa da severa perseguição resultando em um fluxo intenso de exílio. O físico alemão Albert Einstein foi um dos exilados mais famosos ao sair do seu país de origem e ir viver nos Estados Unidos quando o nazismo se estabeleceu.

No Brasil, a ditadura civil-militar iniciada no golpe de 1964 foi marcada por perseguições políticas motivando um grande número de exilados sendo considerado o período com uma das maiores diásporas da história nacional. A primeira leva de exilados era formada por lideranças políticas que tinham ligação com o governo deposto de João Goulart. A segunda leva ocorre após a edição do Ato Institucional n° 5, em dezembro de 1968 e dela faziam parte grupos ligados ao movimento sindical, estudantil, artístico, além de cientistas e pessoas que militavam em organizações clandestinas de oposição ao governo.

Bibliografia:

Emigração e exílio, novas abordagens nos estudos migratórios: considerações sobre o artigo de Sylvie Aprile - Érica Sarmiento - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro - RJ- Brasil - Almanack  no.17 Guarulhos Sept./Dec. 2017

https://dicionarioconceitos.blogspot.com.br/2016/06/conceito-e-definicao-de-exilio.html

http://memorialdademocracia.com.br/card/exilio-e-a-saida-para-milhares-de-brasileiros

Guia do Estudante. Atualidades vestibular + ENEM. Ed.26. 2º S 2017 Editora Abril

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ex%C3%ADlio

Arquivado em: Curiosidades, Sociologia