Beija-Flor

Por Thais Pacievitch
O beija-flor é uma ave que só existe no continente americano (são aproximadamente 320 espécies) e pode ser encontrado desde a Terra do Fogo até o Alasca. A maioria das espécies está na América do sul e a metade delas se encontra no Brasil. São pássaros que impressionam pelo seu colorido muito variado que muda de acordo com o ângulo do qual são observados. O bico desta ave é bem longo (para retirar néctar das flores) e sua visão é bastante acurada, sendo capaz de detectar cores no espectro ultravioleta.

Estas aves são normalmente pequenas, seu peso oscila entre 2 a 6 gramas e o tamanho varia de 6 a 12 cm de comprimento, aliás, o menor pássaro do mundo é justamente um beija flor, chamado beija-flor zumbidor (Mellisuga helenae). Este pássaro pesa apenas duas gramas e suas medidas são: 58 mm de comprimento e 28 mm de envergadura. Existem beija-flores bem maiores, embora sejam raros, como o beija-flor gigante, encontrado na América do Sul, que pode chegar a medir 20 cm de comprimento.

O beija-flor possui um par de asas com formato bem peculiar. As asas, aliadas aos fortes músculos (responsáveis por um quarto do peso total da ave) que as movem, fazem deste animal uma ave com impressionante capacidade de vôo, é a única ave capaz de voar para trás e de fazer malabarismos que seriam impossíveis para outras espécies de pássaros. O batimento das asas pode chegar a 90 vezes por segundo dependendo da espécie.

A alimentação do beija-flor é constituída de néctar (esta ave visita cerca de 1.500 flores ao dia e, assim, ela também é um agente polinizador), encontrado em diversos tipos de flores e de proteína retirada de insetos que esta ave caça. Este é um animal muito comilão, pra manter suas asas batendo tão rapidamente, o consumo de energia tem de ser muito grande. Para termos idéia do total de comida que o beija-flor precisa diariamente podemos citar o seguinte exemplo: um homem de 75 kg que comesse na mesma proporção, deveria ingerir algo perto de 150 kg de batata ao dia. O coração desta ave bate 480 vezes por minuto quando em repouso e inacreditáveis 1.260 vezes por minuto quando voa.

O beija-flor é um animal monogâmico. A fêmea é quem constrói o ninho, choca os ovos, protege e alimenta os filhotes que nascem cegos e sem penas. A mãe, utilizando seu longo bico, alimenta os filhotes introduzindo néctar em suas gargantas. Depois de 4 dias os filhotes abrem os olhos e, após um período de 4 semanas, já começam a voar.