Terra do Fogo

Mestrado em Geografia (UFSC, 2015)
Graduação em Geografia (UFSC, 2012)

Localizada no extremo sul da América do Sul, a Terra do Fogo é um território dividido entre a Argentina e o Chile. As ilhas que, juntas, formam a Terra do Fogo, foram encontradas por Fernão de Magalhães, explorador português. Os índios ona, alacaluf e yahgan já habitavam o território há muito tempo, até que, na década de 1880, criadores de gado e garimpeiros chilenos e argentinos ali se estabeleceram, fixando as fronteiras.

Isla Grande é a principal e maior ilha, com 61,5% de sua área em território chileno e, o restante, pertencendo à Argentina. Os dois países ainda compartilham uma série de pequenas ilhas, incluindo o cabo Horn, ponto mais meridional do subcontinente.

Paisagem da Terra do Fogo durante o outono. Foto: Oleg Senkov / Shutterstock.com

O grupo de ilhas que forma a Terra do Fogo fica entre 52°40'S e 55°59'S e 63°30'W e 74°30'W, estendendo-se quase em linha com os Andes da Patagônia por mais 640 quilômetros. A fronteira entre Argentina e Chile foi estabelecida de tal maneira que a Argentina mantém parte da principal ilha, situada a leste do meridiano do Cabo Espirito Santo, a fronteira que atinge a costa norte do canal de Beagle em seu centro; e o Chile abriga toda a parte ocidental da ilha principal e as outras numerosas ilhas a oeste e ao sul do canal de Beagle. O lado argentino é conhecido como Território da Terra do Fogo, e o chileno faz parte do Território de Magalhães.

Na economia local, são importantes os portos pesqueiros de Ushuaia, na Argentina, e Porvenir, no Chile. A produção de lã e carne ovina é vendida no território continental dos dois países.

A topografia da região sul da Patagônia e a Terra do Fogo é dominada no oeste e sul pela acidentada cadeia de montanhas andinas e ao leste por planícies baixas. Essa característica reflete a estrutura tectônica da região, com intrusões graníticas e rochas formando picos espetaculares em certas áreas, como Torres del Paine, Cerro Fitzroy e Maciço Sarmiento, em uma altitude de mais de 2.000 metros.

A Terra do Fogo é onde os oceanos Pacífico e Atlântico se encontram, tornando esta região um dos lugares mais tempestuosos do planeta. A neve e a chuva congelante caem quase que diariamente, acompanhadas por ventos sem fim; a precipitação anual de neve é superior a cem polegadas. A área chamada Arquipélago cobre cerca de mil quilômetros entre Puerto Montt e cabo Horn, no extremo sul do continente, e é separada do continente pelo Estreito de Magalhães. O lado oeste do arquipélago, de Chiloe à Terra do Fogo, é composto por um quebra-cabeça de pequenas ilhas e passagens estreitas de água, onde vivem colônias de pinguins e leões-marinhos.

Ushuaia, Argentina. Foto: saiko3p / Shutterstock.com

A maior parte deste território é fria, úmida e inóspita, mas abriga muitas características geográficas extremas conhecidas mundialmente, como o arquipélago, os fiordes, o Estreito de Magalhães, o cabo Horn e a Antártica chilena. No extremo sul do Chile, a cordilheira costeira e a Cordilheira dos Andes se encontram criando uma explosão de ilhas, formando um quebra-cabeça emaranhado de canais e fiordes. Geleiras, montanhas e icebergs se entrelaçam de frente para o Oceano Pacífico.

A melhor época para visitar a região é o verão, de dezembro a fevereiro, quando as temperaturas são mais quentes e os dias mais longos. O fotoperíodo pode chegar a 18 horas num mesmo dia. As temperaturas variam de 6°C a 12°C e os fortes ventos podem atingir 40 km/h ou mais.

A região montanhosa apresenta bosques de coníferas, substituídos a partir de 500 m de altitude pela vegetação de turfa. Acima de 700 m, toda cobertura vegetal dá lugar às neves eternas. Ao leste, os pastos são abundantes, e a precipitação anual não supera 500 mm. Na ilha principal, as planícies baixas, com suas altas pastagens, são frequentadas pela ema, guanaco e outros animais comuns no extremo sul da América. Nas ilhas do sul e oeste, a fauna é praticamente restrita a raposas, morcegos, ratos, lontras marinhas, pinguins e outras aves aquáticas, além de vários cetáceos nas águas circundantes.

Fontes:

Chile Culture. Tierra del Fuego. Disponível em: <http://www.chileculture.org/tierra-del-fuego/>. Acesso em: 04/12/2019.

Encyclopædia Britannica. Tierra del Fuego. Disponível em: <https://en.wikisource.org/wiki/1911_Encyclop%C3%A6dia_Britannica/Tierra_del_Fuego>. Acesso em: 04/12/2019.

Biomania. Terra do Fogo. Disponível em: <https://biomania.com.br/artigo/terra-do-fogo>. Acesso em: 04/12/2019.

Arquivado em: Argentina, Chile, Sem Categoria