Dislipidemia

Por Marina Martinez
Denomina-se dislipidemia um distúrbio caracterizado pela presença excessiva ou anormal de colesterol e triglicérides no sangue. Esta anormalidade é causada em muitos casos devido a hábitos alimentares incorretos, dos quais estão inclusos o consumo de alimentos ricos em gorduras saturadas e trans, como também ao estilo de vida sedentário. No entanto, a dislipidemia pode ser ocasionada devido a fatores genéticos, pela ingestão de certos medicamentos e também desenvolvida por outras doenças, como nos casos de obesidade, diabetes, hipotireoidismo, doenças das vias biliares e insuficiência renal.

No sangue de indivíduos normais é comum a presença de colesterol e triglicérides, que podem ser oriundos da alimentação ou de fontes endógenas (produzidos dentro do corpo). Cada um deles desempenha papel essencial para o bom funcionamento de todo o organismo humano. O colesterol tem papel fundamental na construção de membranas celulares, hormônios esteróides (estrógeno, progesterona, testosterona, cortisol e aldosterona) e ácidos biliares. Quando chega ao fígado o colesterol que é convertido em bile, solubiliza gorduras no trato digestivo, ajuda na absorção intestinal de moléculas de gordura, e absorve as vitaminas solúveis em gordura (Vitamina A, D, E, K).

Já os triglicérides são um tipo de gordura que o organismo utiliza para armazenar energia. As calorias ingeridas em uma refeição quando não são utilizadas imediatamente pelos tecidos, são convertidas em triglicérides e transportadas para as células adiposas para serem armazenadas. Assim, toda vez que o corpo humano precisa de energia, os hormônios libertam os triglicérides do tecido adiposo para que eles possam satisfazer as necessidades do corpo.

Porém, quando existe um excesso de colesterol e triglicérides na concentração do sangue circulante (dislipidemia), várias complicações de longo prazo podem ocorrer, como o aparecimento da aterosclerose, que é uma doença caracterizada pelo acúmulo de placas de gordura (ateromas) na parede das artérias e que infelizmente é umas das principais causas de morte no Brasil.

Como a dislipidemia é assintomática, ou seja, não apresenta sintomas, é muito importante realizar exames para medir as dosagens de colesterol e triglicérides periodicamente, para detectar a presença ou não de dislipidemia.  O diagnóstico de dislipidemia é feito através da dosagem do colesterol total e suas frações.

Para evitar o aparecimento de dislipidemia é importante alimentar-se corretamente, evitando exagerar no consumo de alimentos gordurosos como o bacon, carnes vermelhas, embutidos, leites integrais, margarinas, manteigas, e outros produtos industrializados. O ideal é optar por uma dieta rica em verduras, legumes, frutas e carnes magras, beber dois litros de água por dia e praticar alguma atividade física. Além disto, deve-se evitar fumar e exagerar no consumo de bebidas alcoólicas.

Fontes:
http://www.nutricaosadia.com.br/2009/02/dislipidemia-colesterol-e-triglicerides.html
http://www.cfn.org.br/web/conteudo/campanha/Postal_CFN_Dislipidemia.pdf
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dislipidemia

http://www.infoescola.com/anatomia-humana/figado/
AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.