Animais em extinção no Brasil

Por Bruno Corrêa Barbosa
Com o constante aumento na demanda mundial por matéria prima, alimentos e energia, é inevitável a perda de florestas. Isso causa desaparecimento de espécies, o que é muito preocupante para o ecossistema brasileiro. Hoje o país enfrenta um enorme desafio na conservação da biodiversidade, mas apresenta também enormes oportunidades.

Anta - Tapirus terrestris Foto: Bruno Corrêa Barbosa

Anta - Tapirus terrestris
Foto: Bruno Corrêa Barbosa

Pesquisas indicam que o Brasil abriga mais de 20% de todas as espécies já conhecidas pela ciência, além de aproximadamente 40% das florestas tropicais remanescentes no mundo. Assim sendo, é essencial e urgente conhecer, conservar e promover o uso sustentável.

Além do crescimento dos fatores citados anteriormente, existem outros responsáveis pelo aumento do processo de extinção, como colecionadores, lojas de animais (pet shops), zoológicos e exploradores. Depois disso a perda do habitat com degradação ambiental, catástrofes naturais, incêndios florestais, extrativismo desordenado, poluição, tráfico de animais (a segunda maior ameaça a fauna silvestre brasileira). O tráfico de animais constitui o terceiro maior comercio ilícito do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e armas.

Ariranha - Pteronura brasiliensis Foto: Bruno Corrêa Barbosa

Ariranha - Pteronura brasiliensis
Foto: Bruno Corrêa Barbosa

Atualmente, existem mais de 627 animais em extinção no Brasil. Em 2012, o Instituto Chico Mendes, do Ministério do Meio Ambiente, e a Organização Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), lançaram o Livro Vermelho das Espécies Ameaçadas, onde listam detalhadamente cada espécie em extinção com sua localização e nível de perigo. Veja alguns exemplos: ararinha, arara-azul, Cachorro-vinagre, Cervo do Pantanal, jaguatiricaLobo-guará, Muriqui, Mico-leão-douradoOnça-pintada, Tamanduá-bandeira, Tatú-canastra, Veado-campeiro, entre outros.

Onça Pintada - Panthera onca Foto: Bruno Corrêa Barbosa

Onça Pintada - Panthera onca
Foto: Bruno Corrêa Barbosa

A revista cientifica Nature, no ano 2000, divulgou a existência de 25 áreas da biodiversidade mundial que devem receber atenção urgente, pois são regiões que concentram maior número de animais que caminham para extinção. No Brasil, a revista destacou os Biomas Mata AtlânticaCerrado.

Nós podemos ter atitudes ajudam no combate à extinção de animais, mesmo estando longe deles. Uma forma é denunciar aos órgãos competentes qualquer tipo de agressão ao meio ambiente como desmatamento, queimadas e tráfico de animais.

  • Não compre nenhum tipo de artesanato nem vestuário que tenha alguma parte retirada de animais como penas, couro, etc.
  • Oriente amigos e parentes que tenham o hábito de manter animais silvestres presos em gaiolas a soltá-los ou entrega-los aos órgãos competentes.
  • Denuncie sempre que perceber ações de maus tratos e manutenção de animais em cativeiro.

Leia também: