Tosse

Tosse é a expulsão súbita de ar pela boca, proveniente dos pulmões, podendo estar acompanhada de catarro. É um reflexo natural do sistema respiratório.

Foto: Alexander Raths / Shutterstock.com

Foto: Alexander Raths / Shutterstock.com

Assim como o espirro, a tosse é um reflexo para expelir partículas estranhas que entram no trato respiratório e que normalmente trancam a passagem de ar pela garganta.

Causas da tosse

Várias doenças podem causar tosse, infecções nas vias aéreas como garganta, laringe, traquéia e pulmões. Asma, bronquite e sinusite também provocam tosse.

Quando há refluxo de líquido, há estímulo para tosse. Podemos também citar: tabagismo, inalação de poeira, fumaça, quando um objeto ou alimento se desvia para a traquéia, tumores nas vias aéreas inferiores, garganta e cordas vocais, tuberculose, medicações e até transtornos psiquiátricos.

Reflexo da tosse

O ar inspirado pela boca ou nariz passa pela traquéia e vai até os pulmões. Tanto a traquéia quanto os brônquios são extremamente sensíveis. Qualquer substância estranha que entra em contato com seu epitélio provoca tosse.

Assim como no espirro, os impulsos nervosos são enviados para o bulbo, passando pelo nervo vago.

Uma determinada quantidade de ar é inspirada (cerca de 2,5 L) e a epiglote se fecha, junto com as cordas vocais, aprisionando o ar nos pulmões. Os músculos respiratórios como o diafragma e os intercostais se contraem, elevando a pressão. Logo em seguida as cordas vocais e a epiglote se abrem, eliminando de forma explosiva o ar contido nos pulmões, que pode chegar à velocidade de 160 Km/h. O ar sai com tanta força que expele qualquer substância estranha que esteja na passagem.

Tipos de tosse

De acordo com a presença de muco (catarro), a tosse pode ser classificada em seca ou produtiva.

A tosse produtiva é importante para eliminar o catarro acumulado nos pulmões, não devendo ser evitada, pois o acúmulo de secreção aumenta o risco de contrair pneumonia ou tuberculose.

Complicações

Alguns tipos de tosse podem resultar em hérnias abdominais ou pélvicas, defecação ou micção. Casos mais graves envolvem desmaios, vômitos, dor peitoral e dores musculares.

Cigarro

O cigarro é um dos grandes causadores da tosse de quem fuma e de quem está por perto.

Referências:
Spencer, Alexander P. Anatomia Humana básica. – São Paulo: Manole, 1991.
Guyton, Artur C. Tratado de Fisiologia Médica – Rio de Janrio – RJ: Guanabara Koogan S.A.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Fisiologia, Saúde