Abacaxi

Por Ana Lucia Santana
O abacaxi, fruta com abundante quantidade de Vitamina C e de sais minerais como o Cálcio, o Ferro e o Fósforo, igualmente denominado ananás nas nações de idioma espanhol, é membro integrante da família das bromeliaceas. Ele é originário da América do Sul, e pode ser plantado em toda e qualquer área aquecida do Planeta.

Abacaxi
Abacaxi
Classificação científica
Foto ¹: © David Monniaux / Wikimedia

Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Subclasse: Commelinidae
Ordem: Poales
Família: Bromeliaceae
Subfamília: Bromelioideae
Gênero: Ananas
Espécie: Ananas comosus

A vitamina C nela contida é eficaz para combater o clima frio, a exaustão, gripes e estados depressivos. Ela é também útil para o crescimento de ossos e dentes, além de fortalecer os tecidos e vasos do sistema sanguíneo. Os ingredientes que constituem os sais minerais são igualmente benéficos para a estrutura óssea e para os dentes.

Este fruto, por conta de seus minerais, é ideal para conservar a harmonia interior do corpo físico e a robustez do sistema nervoso. Afirma-se que o abacaxi contribui para uma melhor deglutição dos alimentos com mais proteínas, tais como carnes, peixes e aves, por deter um alto teor de celulose.

Encontra-se no abacaxi outras vitaminas também - B1, B6, magnésio e fibras. Na sua etapa mais madura esta fruta revela um paladar ácido e normalmente doce. Suas propriedades permitem que ele seja bem recepcionado em todas as partes do mundo, seja na sua versão natural ou na industrial.

Na saúde ele é muito indicado para estados febris, por refrescar o organismo e erradicar tudo que é impuro; atua na garganta e nas enfermidades que atingem a boca. O chá preparado com a casca do abacaxi liberta o sangue das impurezas e age contra inflamações. Contra a bronquite ele é prescrito na forma de um xarope fácil de compor. Basta picar o fruto em rodelas, depositar em uma panela, derramar mel sobre ele e cozer o preparado. Depois de esfriar, é só colocar o suco em um frasco bem lacrado; é recomendável tomar 3 a 4 colheres de sopa por dia.

Como tempero o abacaxi é utilizado para deixar a carne mais macia. Gastronomicamente ele pode ser usado na confecção de sucos – nos quais podem ser aproveitados o miolo, as cascas e a polpa -, de geléias, vinhos, cristalizados, passas e licores. Ele é considerado o rei dos frutos, por ser uma fruta muito bela e portar uma coroa em seu cume.

Abacaxizeiro. Foto ²: © Incaper (Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural).

O abacaxi está maduro quando as folhas contidas na coroa se desprendem facilmente. Se o consumidor optar por adquiri-lo quando está verde, é possível reservá-lo no clima ambiente e esperar que ele amadureça. Sabe-se que ele amadureceu demais quando a área perto da base está repleta de nódoas escurecidas e de pedaços moles.

Embora o abacaxi possa ser consumido em qualquer época do ano, a melhor época de florescimento desta fruta é com certeza de dezembro a fevereiro. O arbusto que o produz, o abacaxizeiro, chega a deter um metro de altura, e tem seu cultivo realizado por civilizações ancestrais que remontam a um período anterior à descoberta do Brasil.

Em solo brasileiro são encontradas diversas espécies, entre elas o abacaxi amarelo, mas o mais cultivado é, sem dúvida, o espécime Pérola, que apresenta a polpa em uma coloração amarelo-pálida, paladar adocicado, casca verde e é pouco ácido. Os países que mais se destacam na produção desta fruta são os Estados Unidos, o Brasil, a Malásia, Formosa, México e as Filipinas.

Foto ¹: http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Ananas_comosus_Victoria_P1190421.jpg
Foto ²: http://www.incaper.es.gov.br/?a=noticias/2008/maio/noticias_07_05_2008_2