Couve-Flor

Por Marina Martinez
A couve-flor é um vegetal crucífero do gênero Brassica e pertencente à família Brassicaceae (Crucíferas), da qual estão inclusas várias espécies entre elas a couve, o brócolis e o repolho. Por ser uma hortaliça altamente nutritiva e muito saborosa a couve-flor é cultivada e apreciada em várias partes do mundo. No Brasil ela é produzida durante todo o ano e cultivada em várias regiões, com destaque para o Estado de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Couve-Flor
Couve-Flor
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Brassicales
Família: Brassicaceae
Gênero: Brassica
Espécie: Brassica oleracea

Facilmente reconhecível por conter uma exuberante inflorescência formada por botões florais, encontrados em tons de branco, laranja, verde e roxo, rodeados por folhas grossas de coloração verde-acinzentada, a couve-flor assim como o brócolis, já fazia parte dos alimentos consumidos pelos habitantes que viviam na região do Mediterrâneo desde a Antiguidade. Foi somente no século 19, com a chegada dos imigrantes italianos no Brasil, que a couve-flor passou a se tornar popular em nosso país. Desde então, ela está presente na mesa de muitos brasileiros sendo considerada uma das mais saborosas hortaliças, quando bem preparadas.

A couve-flor é muito nutritiva. Ela contém grandes quantidades de vitamina C, K, folato e fibra dietética. Também é fonte significativa de vitamina B6 (piridoxina), triptofano, ácidos graxos (omega 3), manganês e vitamina B5 (ácido pantotênico). Além de tudo isto também são encontradas na hortaliça potássio, proteína, fósforo, vitamina B2 (riboflavina), vitamina B1, magnésio, vitamina B3 (niacina) e substâncias antioxidantes.

A quantidade de vitamina C encontrada na couve-flor é tamanha. Para ser ter uma idéia, o consumo de apenas três floretes de couve-flor, fornece aproximadamente 60% da necessidade diária de vitamina C de um ser humano adulto. E pode ser consumida à vontade, principalmente para pessoas que fazem regime para emagrecimento, uma vez que 100 gramas de couve-flor fornecem apenas 25 kcal e é um alimento de fácil digestão.

O consumo constante de vegetais crucíferos como a couve-flor pode reduzir o aparecimento de vários tipos de câncer. Isto, devido à presença de substâncias antioxidantes. Porém, uma substância chamada purina, também é encontrada na couve-flor e pessoas que possuem problemas renais e gota devem limitar ou evitar o seu consumo, pois as purinas contribuem para o aumento da concentração de ácido úrico no sangue.

Consumida de variadas maneiras a couve-flor é muito apreciada crua, cozida ou em conserva. A parte mais comumente consumida são os floretes da couve-flor. No entanto, o caule e as folhas também são comestíveis e são geralmente adicionados em caldos e sopas. Para as pessoas que apreciam consumir a hortaliça cozida e desejarem reduzir a perda de nutrientes, o ideal é cozinhar a couve-flor no vapor ou fervê-la por um período de tempo curto.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Couve-flor
http://www.cnph.embrapa.br/paginas/dicas_ao_consumidor/couve_flor.htm
http://www.sitemedico.com.br/sm/materias/index.php?mat=1566
http://www.nestle.com.br/Site/cozinha/enciclopedia/ingredientes/couve-flor.aspx