Erva-mate

O nome científico da erva-mate é Ilex paraguariensis. No Brasil e países vizinhos, é chamada de congonha ou simplesmente de mate. O vegetal origina-se das aquifoliáceas, família de árvores típica da América do Sul na região subtropical do Paraguai. A erva-mate é consumida com maior ênfase nos seguintes Estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Nessas áreas a erva é consumida como chimarrão. Já em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a erva-mate é ingerida em forma de chá gelado ou quente. Além do Brasil, ela é bastante utilizada na Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Chile.

erva mateNo século XVI, a erva-mate foi proibida no Brasil, pois era considerada pelos padres jesuítas como “erva do diabo”. No século seguinte, os mesmos religiosos que pregavam pela proibição começam a incentivar seu uso para substituir vícios como o álcool e outras drogas.

Com a chegada de século XIX, o Paraguai optou por proibir a exportação de erva-mate, isolando-se de outras nações. Com isso, países como Uruguai e Argentina começaram a substitui-la pela erva-mate produzida no Brasil, o que ocasionou o desenvolvimento do cultivo em Santa Catarina e no Paraná, regiões antes despovoadas. Isto desencadeou o começo do Ciclo da Erva-Mate, que fez o Paraná, antes a “Quinta Comarca” da Província de São Paulo, emancipar-se e se tornar a Província do Paraná em 1853.

A erva-mate chega atingir uma altura de 12 metros, seus frutos são pequenos com coloração roxa ou verde, as folhas são ovais e o caule é cinza. A reprodução das ativas se dá através de pássaros que, após ingerirem os frutos, defecam as sementes escarificadas. Por ser muito sensível à luz solar, a plântula exige uma técnica de sombreamento até que a planta amadureça.

Entre as propriedades da erva-mate, alguns estudos apontaram diversas vitaminas saudáveis para o organismo. Entre elas, destacam-se o manganês, cálcio, sais minerais, vitamina D, vitamina C e complexo B. O vegetal facilita o processo digestivo, é eficaz contra o reumatismo e considerado um estimulante natural. Porém, não se recomenda a erva-mate para pessoas nervosas ou que tenham insônia. A erva-mate apresenta saponina, que compõe a testosterona, sendo eficaz na melhora da libido.

No que se refere ao modo de preparo, a erva-mate pode ser utilizada tostada ou verde para o preparo de chimarrão ou chá. Além disso, pode ser servida como um refresco gelado ou quente ao ser misturada com extrato de maracujá.

Fontes:
http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2012/02/erva-mate-combate-colesterol-ruim-diabetes-e-ate-emagrece.html
http://www.erva-mate.com/
http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Erva-mate/CultivodaErvaMate_2ed/
Foto: http://websmed.portoalegre.rs.gov.br/escolas/montecristo/09cienc10/maria/mariaC11.html