Folguedos

Folguedos são festas populares que fazem parte do folclore brasileiro, envolvendo música, dança e teatro. Os Folguedos são formados por aspectos culturais dos povos indígenas, africanos e portugueses, e ao longo do tempo, foram sofrendo algumas mudanças e recebendo novas características.

Os principais Folguedos são:

Afoxé: Dança de origem africana, ligada aos rituais do candomblé (religião afro-brasileira). A manifestação é típica da Bahia e ocorre em época de carnaval, no entanto, não é um desfile carnavalesco.

Bumba-meu-boi: Dança de rua que conta a história sobre a morte e ressurreição de um boi. Acontece em todo país entre novembro e janeiro, e possui nome diferenciado de acordo com cada estado brasileiro. Possui elementos culturais africanos, indígenas e portugueses, e é típico do nordeste.

Caboclo: Danças que representam a cultura indígena. As apresentações são muito comuns em Pernambuco e Paraíba.

Cavalhada: Apresentação teatral baseada numa batalha medieval entre cavaleiros cristãos e mouros (muçulmanos). A brincadeira reúne várias etapas como jogo de argolas, corrida de cavaleiros, desfiles, provas e outras atividades. O folguedo é conhecido principalmente em cidades do interior de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Congada: Manifestação cultural afro-brasileira que envolve canto, dança e música. A congada celebra em forma de procissão as entidades dos cultos africanos, identificadas com santos da igreja católica.

Folia-de-reis: Apresentação pública onde são homenageados os três Reis Magos (Baltazar, Gaspar e Belchior), que presentearam o menino Jesus em seu nascimento.

Maracatu: Dança e música que envolvem culturas africanas, indígenas e portuguesas. A manifestação surgiu em Pernambuco e possui traços marcantes com seus figurinos coloridos e extravagantes.

Marujada: Conhecida também como Fandango, é uma representação das conquistas e descobrimentos marítimos dos séculos XVI e XVII, por meio de encenação, música e dança. Além das descobertas, a apresentação também fala sobre a difícil vida dos marinheiros em alto mar. Típica da região Nordeste.

Pastoril: Encenação onde o tema principal é sobre o anúncio do nascimento de Jesus Cristo pelo anjo Gabriel.

Reisado: Os participantes desfilam pelas ruas, dançando, cantando e pedindo donativos. Acontece em época de Natal e é muito comum no Nordeste.

Arquivado em: Folclore