Abacate

Especialista em Gestão Ambiental (AVM-RJ, 2012)
Graduada em Biologia (UFRural-RJ, 2009)

O abacate (Persea americana) é fruta da família Lauraceae, que possui 3 variedades: antilhana (Persea americana var. americana), guatemalense (Persea americana var. guatemalensis) e mexicana (Persea americana var. drymifolia).

Abacate. Foto: Four Oaks / Shutterstock.com

É uma planta de origem na América Central, mais precisamente da região entre o Peru e o México. Existem registros de cultivo que datam cerca de 10 mil anos. Foi difundido no Brasil em 1809 que hoje é o quarto maior produtor no mundo.

O abacateiro é uma árvore de porte médio a alto, variando de 7 a 20 metros, com folhas verdes escuras, simples, flores pequenas verde amarelada e perfumada. O fruto é em formato de pêra, com polpa carnosa verde amarelada, podendo chegar até 1 kg, contendo uma única e grande semente.

Apesar de ser uma planta de clima tropical, é sensível ao sol direto. Por isso, seu cultivo é feito em áreas de sombra em terrenos permeáveis profundos e adubados. E o plantio é feito preferencialmente no início das estações chuvosas e frutifica o ano inteiro.

Abacateiro. Foto: Ninja Artist / Shutterstock.com

Considerado uma das frutas tropicais mais valiosas, o abacateiro é cultivado na maioria das regiões tropicais e subtropicais, principalmente no México, América Central, partes das América do Sul, nas Índias Ocidentais, África do Sul, Israel e no Havaí; e em menor proporção, na Índia, República Malgache, Reunião, Madeira, Samoa, Taiti, Argélia, Austrália, EUA (Flórida e Califórnia), entre outros.

O abacate é consumido como alimento de diversas formas no Norte da América do Sul, América Central e México, como purê, saladas, temperado com sal, pimenta, vinagre, além de outros pratos, nas diversas refeições do dia. Além do seu valor na alimentação, o abacate tem sido aproveitado para várias outras aplicações: da polpa obtêm-se óleos comerciais muito utilizados na indústria farmacêutica e de cosméticos; da semente produz-se uma tinta castanho-arroxeada, e outras partes da planta, tais como folhas, caroços, casca dos frutos e casca do tronco, têm sido utilizadas pela medicina popular.

Com exceção da banana, o abacate tem quatro (4) vezes mais valor nutritivo do que qualquer outra fruta. É a fruta que possui maior quantidade de proteína e é rico em vitaminas C e E, ácido fólico, e potássio. Contém também boa quantidade de ferro, magnésio e vitamina B6, além de beta-sistotinol (que pode ajudar a baixar o colesterol do sangue) e glutationa, um excelente antioxidante. Possui alta taxa de gordura, tornando-o muito rico em calorias, o que fez com que os especialistas em dietas abolissem o consumo desta fruta. No entanto, a maior parte da gordura no abacate é a monoinsaturada, ou seja, a gordura saudável.

É uma fruta excelente no combate de dores de cabeça, dores reumáticas, diarreias, excesso de uréia, insuficiência hepática, pele seca, ressecamento de cabelo, retenção da secreção biliar, verminoses e é um ótimo diurético.

Referências:

http://www.fruticultura.iciag.ufu.br/abacate.html

http://www.tudosobreplantas.com.br/asp/plantas/ficha.asp?id_planta=4

Arquivado em: Frutas