Oliveira

O nome científico da oliveira é Olea europaea L., pertencente à família Oleaceae. A origem destas árvores remete a localizações como o sul do Mar Cáspio, a região norte do Irã e a parcela oriental do Mar Mediterrâneo. Entre as características mais visíveis do vegetal estão o tronco retorcido e estatura baixa.

Oliveira. Foto: Luigi Nifosi / Shutterstock.com

Oliveira. Foto: Luigi Nifosi / Shutterstock.com

Os frutos das oliveiras batizaram sua família de plantas, que tem como componentes o jasmim e o lilás. "Oliva" é uma palavra derivada do idioma latim, mas suas origens vêm do grego " ἐλαία" (Elaia) ou do grego micênico " e-ra-wa" (elaiva), língua em que significa "óleo". Na era final do neolítico, os homens iniciaram o processo que extrai o azeite das azeitonas. A óleo tinha diversas utilizações, entre elas: alimentação e combustível.  Devido a estas características, a árvore foi alvo de veneração de vários povos.

Um das primeiras civilizações a aprendere o cultivo do azeite de oliva foi a Minoica, que prosperou comercializando o óleo até o ano 1500 a.C. Provavelmente, as técnicas de cultivo das oliveiras foram passadas aos gregos, povo que via a árvore como símbolo de força e vitalidade. Outras citações dos frutos das oliveiras e suas árvores são encontradas na Bíblia.

Outro aspecto marcante das oliveiras é a sua longevidade. Em Israel, algumas árvores chegam a ter 2500 anos de idade ou mais. Em Portugal, na região de Santa Iria de Azóia, há uma oliveira com 2850 anos.

As evidências da origem das oliveiras são resquícios das plantas fossilizados. Alguns foram encontrados em relíquias e relevos da época minoica em Creta, em cerca de 2500 a.C. Além da Itália, foram achadas no Egito, entre o 5º e o 2º milênio a.C., múmias da XX Dinastia com vestimentas de granalhas trançadas de oliveira. Já nas montanhas localizadas no Saara Ocidental ao Norte da África, foram encontradas pinturas nas rochas que se referiam à árvore.

De acordo com alguns historiadores, o azeite proveniente das oliveiras está presente na alimentação dos homens há milênios. Estudos realizados observaram que a oliveira tem origem na região sul do Cáucaso, nos litorais da Palestina e da Síria (parcela mediterrânea) e nas planícies altas localizadas no Irã. Gradativamente, as oliveiras foram se expandindo pelo resto do Mediterrâneo, onde ficaram mais conhecidas tornaram-se parte essencial da culinária local.

Fontes:
http://www.arvoredasorte.pt/Historia_PT.html
http://www.oliveirasdeportugal.com/pt-oliveira.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Oliveira