Etano, Eteno e Etino

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

Em relação aos hidrocarbonetos contendo dois átomos de carbono em sua estrutura, as três possibilidades de moléculas são o etano (com ligações simples entre esses átomos), o eteno (contendo uma ligação dupla) e o etino (que contém uma ligação tripla).

Etano

O etano é a molécula mais simples dos alcanos, que são hidrocarbonetos de cadeia aberta que apresentam apenas ligações simples. Trata-se de uma molécula que apresenta dois átomos de carbono, ligados entre si por meio de uma ligação simples, cada um fazendo mais três ligações com átomos de hidrogênio. Os carbonos da molécula de eteno apresentam hibridização do tipo sp3.

O etano possui utilizações diversas, que vão desde aplicações laboratoriais, na síntese de hidrocarbonetos insaturados, como industriais, destacando-se a produção do gás natural.

Eteno

Em relação aos alcenos, a estrutura mais simples que se pode apresentar é o eteno, que apresenta nomenclatura usual de etileno. Trata-se de uma molécula que apresenta dois átomos de carbono, ligados entre si por meio de uma dupla ligação, cada um fazendo mais duas ligações com átomos de hidrogênio. Os carbonos da molécula de eteno apresentam hibridização do tipo sp2.

O eteno ou etileno é uma das substâncias orgânicas de maior importância para a indústria, pois apresenta diversas aplicabilidades. Sua principal fonte de obtenção é o petróleo. No caso, obtém-se o eteno pelo processo de craqueamento catalítico em refinarias de petróleo, no qual moléculas maiores dão origem a moléculas menores.

Naturalmente o etileno pode ser encontrado em pequenas quantidades em determinadas plantas, nas quais desempenha uma função de hormônio vegetal. O etileno é o responsável pelo amadurecimento dos frutos que o contém. Essa propriedade faz com que fruticultores o utilizem para forçar o amadurecimento de frutos colhidos ainda verdes, de modo a minimizar os efeitos de perda por colheita. Esse efeito é conseguido submetendo-se os frutos verdes em ambiente contendo esse gás.

Etino

Etino

Em relação aos alcinos, a estrutura mais simples que se pode apresentar é o etino, que apresenta nomenclatura usual de acetileno. Trata-se de uma molécula que possui dois átomos de carbono, ligados entre si por meio de uma tripla ligação, cada um fazendo mais uma ligação com um átomo de hidrogênio. Os carbonos da molécula de etino apresentam hibridização do tipo sp.

O etino é amplamente conhecido no meio industrial como acetileno, nomenclatura esta aceita pela IUPAC. É encontrado em maçaricos de oxiacetinelo, pois sua chama atinge temperaturas elevadas, de aproximadamente 3000 °C. Além disso, é matéria prima para vários componentes, como tintas e fibras têxteis.

Referências:
RUSSELL, John B.; Química Geral vol.1, São Paulo: Pearson Education do Brasil, Makron Books, 1994.
ATKINS, Peter; JONES, Loreta; Princípios de Química: questionando a vida moderna e o meio ambiente, Porto Alegre: Bookman, 2001.
FELTRE, Ricardo; Fundamentos da Química, vol. Único, Ed. Moderna, São Paulo/SP – 1990.
Molécula etano: http://bibliotecadigital.ilce.edu.mx/sites/ciencia/volumen2/ciencia3/069/htm/sec_7.htm
Eteno: http://en.wikipedia.org/wiki/File:Ethylene-CRC-MW-3D-balls.png
Etino: http://vyanka-vyanka.blogspot.com.br/2012/03/compuestos-organicos-e-inorganicos.html

Arquivado em: Compostos Químicos