Formação de Palavras

Por Marcos Duarte
Palavras primitivas e palavras derivadas

As palavras primitivas são aquelas que dão origem as outras e as palavras derivadas são aquelas que se originam das outras.

Ex. pedra (palavra primitiva) -> pedraria (palavra derivada)

Processos de formação das palavras
a) Derivação: é o processo pelo qual as palavras são formadas pela agregação de afixos (prefixos e/ou sufixo) + a palavra primitiva.

Ex. Des (prefixo) + honra (palavra primitiva) = Desonra (palavra derivada)

* Tipos de derivação: prefixal, sufixal, parassintética, regressiva, imprópria.

- Prefixal: prefixo + palavra primitiva (retro + agir = retroagir).

- Sufixal: sufixo + palavra primitiva (deslocar [palavra primitiva] + mento = deslocamento).

- Regressiva: subtração da desinência “r” dos infinitivos dos verbos (quebrar [infinitivo] = quebra).

- Imprópria: forma-se a palavra nova sem alterar a forma da palavra primitiva (relâmpago = guerra relâmpago [palavra primitiva da mesma forma]).

b) Composição: é o processo que a palavra se forma pela agregação de 2 (ou +) palavras de sentido próprio.

Ex. plano + alto = planalto (palavra composta).

* Tipos de composição: justaposição e aglutinação.

- Justaposição: é a composição em que os elementos juntos têm a mesma pronúncia de quando estavam separados (gira + sol = girassol).

- Aglutinação: é a composição em que pelo menos um dos elementos têm a pronúncia diferente de quando estavam separados (água + ardente = aguardente).

Palavras cognatas
São as que possuem o mesmo radical, e por isso, diz-se que pertencem a mesma família etimológica.

Ex. desejar (verbo), indesejável (adjetivo), desejo (substantivo).