Cogumelo

Por Marina Martinez
Cogumelo
Cogumelo
Classificação científica
Reino: Fungi
Filo: Basidiomycota e Ascomycota

Os Cogumelos são fungos superiores pertencentes aos filos Ascomycota e Basidiomycota. Na verdade o nome cogumelo refere-se a uma parte do corpo do fungo, seu corpo frutífero, formada por várias hifas que crescem para o alto e produz esporos (basidiósporos). Esses esporos são invisíveis a olho nu e se espalham com o vento, com a água ou até mesmo agarrados ao corpo de animais. A frutificação pertencente nestes fungos é a estrutura de reprodução sexuada e possui variadas formas e cores.

Os cogumelos são incapazes de sintetizar matéria orgânica e são desprovidos de clorofila (aclorofilados), o que os impedem de realizar a fotossíntese. Por isso, são chamados de seres heterotróficos, ou seja, não possuem capacidade de produzir seu próprio alimento. Assim como todos os fungos, os cogumelos alimentam-se por absorção.

Possui um conjunto de filamentos de células, chamadas hifas, que podem ser ramificadas e ter comprimentos variados. O conjunto das hifas é o micélio, que desempenha importantes funções como a sustentação e absorção de nutrientes.

Os fungos se reproduzem através dos esporos. Um esporo é basicamente uma célula envolvida por um revestimento protetor (parede celular), a partir da qual se pode desenvolver um novo organismo.

Depois da fusão de hifas compatíveis, o micélio produzido pode se desenvolver de forma ligeira. Fatores como temperatura e umidade proporcionam condições adequadas para o micélio dar origem aos cogumelos, que produzem esporos.

reprodução

Os fungos dependem de outros seres vivos para se alimentarem. Quando se alimenta de matérias orgânicas mortas são chamados de fungos decompositores (Saprófitos). Os fungos parasitas alimentam-se de seres vivos, como insetos, plantas e até mesmo outros cogumelos. Vivem sob as árvores e são responsáveis por muitas doenças.

Os fungos simbióticos estabelecem uma relação de reciprocidade com as plantas. Extraem a sua nutrição (hidrato de carbono) das plantas verdes e em troca, fornece água, vitaminas, hormonios e outras substâncias. A maioria dos cogumelos como o Boletus edulis, vivem em simbiose com árvores.

Os cogumelos são formados pelas seguintes partes, de acordo com a figura:

cogumelo

Consumo de Cogumelos

Existem muitas espécies de cogumelos que são comestíveis e apreciadas no mundo todo, por serem ricos em conteúdo protéico. A mais conhecida é o champignon que é bastante nutritivo contendo muitas proteínas, cálcio, cobre, ferro, folato, vitamina C e dezoito aminoácidos. Os cogumelos shiitake, hiratake, shimeji também são muito consumidos.

Champignon

Champignon

O mercado de cogumelos comestíveis está em constante crescimento. No Brasil consome-se em média 10.000 toneladas anuais do cogumelo Champignon. Para o cultivo de cogumelos comestíveis existem variadas técnicas que dependem da região (condições climáticas e econômicas) e também,  da espécie de cogumelo a ser cultivada.

Muitos cogumelos existentes são venenosos e causam diversas reações no organismo. Muitas pessoas acreditam que as toxinas dos cogumelos são perdidas durante o cozimento, congelamento ou outro processamento. Estas espécies venenosas não perdem seu efeito tóxico em nenhum destes processos e se consumidas causa intoxicações e podem levar a um óbito. Os sintomas causados pela intoxicação por cogumelos são variados e dependem da quantidade ingerida. Portanto, é de fundamental importância antes de consumir qualquer espécie de cogumelo desconhecida, saber se esta é venenosa ou inofensiva.

Leia também:

Referência Bibliográfica:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Cogumelo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fungos
http://www.bragancanet.pt/bemposta/html/cogfungos.htm
http://biotic.bot.uc.pt/index.php?menu=6&language=pt&tabela=geral
http://www.nicif.pt/Prosepe/downloads/JFV_31.pdf
http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/hidrica/cogumelos.htm