Compostos com gases nobres

Graduação em Química (Centro Universitário Franciscano, UNIFRA, 2014)

Os gases nobres são elementos químicos situados no grupo dezoito da Tabela Periódica e são conhecidos pela sua estabilidade. Esses elementos químicos são estáveis porque sua configuração eletrônica faz com que todas as suas camadas sejam completas fazendo com que ele não precise doar ou receber elétrons. Por esse motivo, são raros os compostos químicos que eles acabam formando.

Os únicos gases nobres que podem formar ligações com outros elementos químicos são aqueles que possuem três ou mais camadas porque tem a possibilidade de expandir o octeto e acomodar mais elétrons em sua última camada (camada de valência). Já o Hélio (He) e o Neônio (Ne) possuem um raio atômico tão pequeno e consequentemente uma energia de ionização tão grande que faz com que nenhum elemento químico seja capaz de se ligar com eles, nem o Flúor (F).

Quanto a estabilidade, os compostos formados por gases nobres tendem a ser muito instáveis pois estes elementos preferem continuar isolados.

São exemplos de compostos com gases nobres:

  • Argônio (Ar): fluoridreto de argônio (HArF); difluoreto de argônio (ArF2).
  • Criptônio (Kr): fluoreto de criptônio (KrF2).
  • Xenônio (Xe): os principais são os fluoretos (XeF2, XeF4, XeF6).
  • Radônio (Rn): difluoreto de radônio (RnF2).

Ainda não são muitas as aplicações destes compostos, porém um dos exemplos é o Na4[XeO6].8H2O que é pouco solúvel e pode ser utilizado para a determinação gravimétrica de sódio.