Antóceros (Filo Anthocerotophyta)

Antóceros. Foto: BerndH [CC-BY-SA-3.0 (http://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0) or GFDL (http://www.gnu.org/copyleft/fdl.html)], via Wikimedia Commons

Antóceros. Foto: BerndH [CC-BY-SA-3.0 or GFDL], via Wikimedia Commons

O filo dos antóceros contem cerca de 100 espécies descritas, sendo o gênero Anthoceros o mais conhecido.

Morfologia

O esporófito deste gênero é verde, composto de um pé e uma cápsula que ficam em posição ereta, coberto por uma cutícula. A cápsula é persistente, de vida longa e produz esporos por toda a vida. Secam após a liberação dos esporos. No interior da cápsula encontramos a columela. A cápsula apresenta estômatos, porém não são funcionais. Os demais estômatos são muito semelhantes aos de angiospermas.

Ambiente

Habitam barrancos úmidos, regiões montanhosas, gramados e solos úmidos.

Reprodução

Os gametófitos dos antóceros (do grego Anthos = flor) assemelham-se a rosetas. Os gametófitos possuem cavidades cheias de mucilagem que abrigam algas simbiontes do gênero Nostoc. Algumas espécies possuem gametófitos unissexuados ou bissexuados. O arquegônio e o anterídio estão imersos no gametóforo, e sua superfície.