Poluição da Água

Por Emerson Santiago
Poluição da água é a introdução de partículas estranhas ao ambiente natural, bem como induzir condições em um determinado curso ou corpo de água, direta ou indiretamente, sendo por isso potencialmente nocivos à fauna, flora, bem como populações humanas vizinhas a tal local ou que utilizem essa água.

Poluição em água de lago. Foto: overcrew / Shutterstock.com

Poluição em água de lago. Foto: overcrew / Shutterstock.com

Hoje em dia a poluição da água é questão a ser tratada em um contexto global. Considera-se que esta é a maior causadora de mortes e doenças pelo todo o mundo e que seja responsável pela morte de cerca de 14000 pessoas diariamente.

A água é geralmente considerada poluída quando está impregnada de contaminantes antropogênicos, não podendo, assim, ser utilizada para nenhum fim de consumo estritamente humano, como água potável ou para banho, ou então quando sofre uma radical perda de capacidade de sustento de comunidades bióticas (capacidade de abrigar peixes, por exemplo). Fenômenos naturais, como erupções vulcânicas, algas marinhas, tempestades e terremotos são causa de uma alteração da qualidade da água disponível e em sua condição no ecossistema.

Há três formas principais de contaminação de um corpo ou curso de água, a forma química, a física e a biológica:

  • a forma química altera a composição da água e com esta reagem;
  • a forma física, ao contrário da química, não reage com a água, porém afeta negativamente a vida daquele ecossistema;
  • a forma biológica, consiste na introdução de organismos ou microorganismos estranhos àquele ecossistema, ou então no aumento danoso de determinado organismo ou microorganismo já existente.

Além das formas, temos duas categorias de como pode se dar a poluição:

a) poluição localizada, onde a fonte de poluição origina-se de um ponto específico, como por exemplo, uma vala ou um cano. Exemplos de tal forma são o despejo de impurezas, por parte de uma estação de tratamentos residuais, por parte de uma empresa ou então por meio de um bueiro.

b) poluição não localizada é uma forma de contaminação difusa que não possui origem numa única fonte. É geralmente o resultado de acumulação do agente poluidor em uma área ampla. A água da chuva recolhida de áreas industriais e urbanas, estradas bem como sua consequente utilização é geralmente categorizada como poluição não localizada.

Como principais contaminantes da água, pode-se citar:

  • elementos que contenham CO2 em excesso (como fumaça industrial, por exemplo)
  • contaminação térmica
  • substâncias tóxicas
  • agentes tensoativos
  • compostos orgânicos biodegradáveis
  • agentes patogênicos
  • partículas sólidas
  • nutrientes em excessos (eutrofização)
  • substâncias radioativas

Como recurso hídrico indispensável, torna-se cada vez mais importante a conscientização sobre a melhor forma de tratamento da água como sustentáculo da vida no planeta. Ainda mais se pensarmos que a maioria das comunidades espalhadas pelo planeta possuem pouca consciência sobre a melhor forma de tratamento de um de seus recursos mais importantes.

Leia também:

Bibliografia:
Artigo " água, uma vítima dos poluentes" - (Universidade de Aveiro) http://event.ua.pt/semct/pub/programadtl.asp?id=466&a=2008&dt=7&tp=dt
Artigo "water pollution - overview" (Agência europeia do ambiente) - http://www.eea.europa.eu/themes/water/water-pollution/overview (em inglês)