América Andina

Por Thais Pacievitch
É chamada de América Andina a região da América do Sul cortada pela Cordilheira dos Andes, uma cadeia montanhosa que se estende de norte a sul da costa oeste da América do Sul. Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia e Chile são os países cortados pela Cordilheira dos Andes, que compõem a América Andina.

Na América Andina são encontradas três paisagens com clima e vegetação distintas: A Cordilheira dos Andes; as planícies litorâneas (às margens do Oceano Pacífico) e as planícies orientais (terras baixas amazônicas). O clima varia de acordo com a distância da Cordilheira: pode ser tropical, desértico, equatorial, mediterrâneo ou temperado.

Os habitantes da América Andina são predominantemente mestiços, com descendência espanhola e indígena, embora Equador e Peru sejam exceções, pois nesses países a maioria é indígena. A língua oficial nos países andinos é o espanhol, e a religião predominante é a católica, o que segundo Silva (2006, p. 72), “reflete a colonização espanhola”.

A maior parte da população está concentrada nos planaltos em torno da Cordilheira dos Andes ou nas planícies litorâneas, predominantemente em zona urbana, o que piora as condições de vida de grande parte da população desses países que são considerados subdesenvolvidos.

A economia dos países andinos é baseada em atividades primárias, tais como: mineração, pesca, agricultura e pecuária. Em relação à mineração, os principais recursos encontrados são: Petróleo (Equador, Colômbia e sobretudo na Venezuela); chumbo e prata (Peru); cobre (Chile); estanho, bauxita e gás (Bolívia). A pesca é destaque no Equador, Colômbia e principalmente no Peru. A agricultura familiar, ou de subsistência, é pratica entre os camponeses mais pobres, que plantam com poucos recursos.  Contrastando com a agricultura de subsistência, a agricultura comercial utiliza técnicas modernas, e se concentra em grandes propriedades cujos produtos são voltados para a exportação. A pecuária, tanto de bovinos quanto de ovinos é de baixa produtividade, e não chega a atender o mercado interno (SILVA, 2006, p. 72).

Bolívia, Colômbia, Equador e Peru são países membros da Comunidade Andina de Nações (CAN), que é um Bloco Econômico formado a partir do Acordo de Cartagena, em 1969. O Chile deixou o bloco em 1977, embora permaneça como país associado. A Venezuela deixou a Comunidade Andina em 2006.

Referência:
COMUNIDADE ANDINA. Disponível em: <http://www.comunidadandina.org/index.htm> Acesso em 03 jul. 2010.

SILVA, José Ultemar da. A importância da Comunidade Andina para a economia da América Latina. Revista Gerenciais, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 71-82, 2006.