Deserto do Saara

Por Thais Pacievitch
O deserto do Saara é o maior deserto quente do mundo (haja vista que a Antártica é a maior área deserta do planeta). Sua superfície é de 9.065.000 km². Está localizado no norte do continente africano, separando-o em duas regiões: a África mediterrânea, situada ao norte e a África subsaariana, localizada ao sul. Ao este faz fronteira com o Mar Vermelho, ao oeste com o Oceano Atlântico e ao norte com as montanhas Atlas e o mar mediterrâneo. O deserto tem mais de 2,5 milhões de anos.

Este deserto se estende pelo território dos seguintes países: Túnis, Argélia, Marrocos, Saara Ocidental, Mauritânia, Mali, Níger, Líbia, Chade, Egito e Sudão. O deserto do Saara se expande e contrai em ciclos regulares, de tal maneira que suas fronteiras com tais países são pouco constantes.

Localização do Deserto do Saara. Ilustração: AridOcean / Shutterstock.com [adaptado]

Localização do Deserto do Saara. Ilustração: AridOcean / Shutterstock.com [adaptado]

Este deserto faz fronteira com quase todos os países do norte da África, onde predomina a cultura árabe. As dunas começam perto do Alto Atlas e se estendem até zonas mais tropicais mais ao sul. No Alto Atlas, só existe vegetação (de verde intenso que contrasta com a areia em volta) próxima aos cursos dos pobres rios da região. Nos oásis abundam as palmeiras de tâmaras e a água destes é, em certas ocasiões, canalizada para garantir a irrigação das plantações. Muitas vezes a água consumida nesta localidade vem de aquíferos aos quais se tem acesso através de poços. Ao contrário do que se pensa, três quartos do deserto são constituídos de cascalho, só o restante é feito de areia e dunas.

Pôr-do-sol no Deserto do Saara, na Tunísia. Foto: Photoman29 / Shutterstock.com

Pôr-do-sol no Deserto do Saara, na Tunísia. Foto: Photoman29 / Shutterstock.com

Neste deserto há várias ecorregiões que, devido a suas diferenças de temperatura, precipitações, altitude e geologia, abrigam plantas e animais diferentes. São elas:

  • Deserto costeiro atlântico - ocupa uma estreita faixa ao longo da costa do oceano atlântico e onde cresce líquen e plantas suculentas;
  • Estepe do Saara setentrional - ocupa a faixa setentrional do deserto. É uma zona de transição entre as regiões de clima mediterrâneo (ao norte) e o deserto árido ao sul; Deserto do Saara – é a parte central do deserto é extremamente seco e chove pouquíssimo e esporadicamente.
  • Estepe e savana arborizada do Saara meridional – é a zona de transição entre o deserto árido e a savana de acácias de Sahel;
  • Monte xerófilo do Saara ocidental – compreende várias planícies vulcânicas em direção ao oeste do deserto, com um clima mais úmido e fresco;
  • Monte xerófilo do maciço de Tibesti e monte Uweinat – zonas de altitude no este do Saara;
  • Depressões salinas do Saara e Deserto costeiro do Mar Vermelho – Faixa costeira do mar vermelho, Egito e Sudão.

Dentre os poucos animais que habitam a região podemos citar escorpiões, lagartos, cobras, dromedários, antílopes (adaptados às condições desérticas) e cabras.