Sintomas da COVID-19

Mestre em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas (FIOCRUZ, 2011)
Graduada em Biologia (UGF-RJ, 1993)

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus denominado SARS-CoV-2. A doença se originou na China e rapidamente se disseminou por todo o mundo, causando uma pandemia que paralisou a economia de vários países ao redor do mundo. A COVID-19 foi declarada pandemia pela Organização Mundial de Saúde em 11 de março de 2020. Em 26 de fevereiro foi confirmado o primeiro caso de coronavírus no Brasil, um homem de 61 anos que havia voltado da Itália.

A transmissão ocorre pela disseminação dos vírus através de gotículas infectadas de indivíduos que possuem o vírus, mesmo que não apresentem os sintomas. Outra forma de transmissão é a disseminação do vírus através de superfícies e materiais. Indivíduos de todas as idades podem adquirir a doença e ficar ou não gravemente doentes. Qualquer indivíduo que apresentar febre e/ou tosse associada à falta de ar deve procurar atendimento médico. O diagnóstico inclui avaliação clínico-epidemiológica e indicação, quando necessário de testes laboratoriais.

Alguns dos principais sintomas de COVID-19. Ilustração: annarodriguezdesign / Shutterstock.com

Os sintomas variam muito de pessoa a pessoa e nem todos os pacientes necessitam apresentar todos os sintomas para terem a doença diagnosticada. A grande maioria dos casos é assintomática (não apresentam sintomas) ou oligossintomática (apresentam poucos sintomas). Eles se curam espontaneamente, não precisando de internação. A parcela dos indivíduos que apresenta sinais mais severos como, por exemplo, falta de ar, necessitam de atendimento médico específico e em último caso internação e ventilação mecânica, caso contrário, podem ir a óbito.

Os sintomas podem variar de um simples resfriado a uma pneumonia grave e comprometimento de diversos órgãos. Os mais comuns são: tosse, febre, coriza, dor de garganta, dificuldade para respirar. Sintomas inespecíficos incluem distúrbios gastrintestinais (náuseas/vômitos/diarreia), cansaço (astenia), diminuição do apetite (hiporexia), dispneia (falta de ar), dor de cabeça, lesões de pele.

A perda de olfato (anosmia) e a alteração do paladar (ageusia) são sintomas característicos da COVID-19. Caso o indivíduo apresente esses sintomas, são necessários testes mais específicos para descartar ou não a doença, e se for o caso, adotar as medidas de isolamento, internação e medicação.

Alguns indivíduos podem apresentar a síndrome gripal, que é caracterizada por um quadro respiratório agudo, em que há o aparecimento de pelo menos dois dos seguintes sintomas: sensação febril ou febre associada à dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza.

Outros sintomas não comuns incluem: erupção cutânea na pele ou descoloração dos dedos das mãos, ou dos pés, conjuntivite, e alteração do nível de consciência.

Como já foi dito, indivíduos de todas as idades podem adquirir a doença, mas aqueles que indivíduos acima de 60 anos e que possuem comorbidades, - que nada mais é que a existência de uma doença prévia associada - estão no grupo de risco e podem ter o seu quadro agravado, podendo vir a óbito. Dentre as comorbidades que podem agravar o quadro estão: pressão alta, problemas cardíacos e do pulmão, diabete ou indivíduos que estejam em tratamento de doenças que fragilizem o sistema imunológico como câncer, ou doenças autoimunes.

Leia também:

Bibliografia:

Quais são os sintomas. Disponível em https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#sintomas Acessado em 07/09/2020.

Folha informativa – COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus). Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875 Acessado em 07/08/2020

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.