Clima do Mato Grosso do Sul

Mestre em Ciências Humanas (PUC-RJ, 2016)
Graduado em Geografia (UFF, 2009)

O clima predominante no Estado do Mato Grosso do Sul é o clima tropical, sendo o clima tropical semiúmido o predominante no território do Estado. Este tipo de clima se caracteriza por apresentar verões quentes e chuvosos e inverno seco e pouco frio. Convém ressaltar que as temperaturas variam de acordo com o relevo (altitude), a proximidade com o mar e a latitude. Destacamos ainda que há diferenças nos conceitos de clima e de tempo meteorológico. Dessa forma, o tempo é uma combinação passageira da atmosfera, já o clima resulta de condições que perduram por um período mais longo. O tempo é uma combinação transitória, concreta, de comportamentos dos elementos, caracterizando um estado atmosférico momentâneo (CONTI & FURLAN, 1996). O clima, segundo MARTINELLI (2010) é a série de estados da atmosfera acima de um lugar em sua sucessão habitual. Dessa forma, pode-se dividir o clima do Estado do Mato Grosso do Sul em dois: O clima tropical semiúmido, e o clima tropical de altitude, de acordo com a classificação de Koppen.

O clima tropical semiúmido, que domina toda a porção norte do Estado do Mato Grosso do Sul, apresenta como característica marcante a presença de uma estação chuvosa no verão, no período dos meses de novembro a abril, e nítida estação seca no inverno, de maio a outubro (julho é o mês mais seco). A temperatura média do mês mais frio é superior a 18ºC. As precipitações são superiores a 750 mm anuais, atingindo 1800 mm (EMBRAPA, s.d). Vale salientar que este clima é típico das áreas de savana e de cerrado.

O Clima tropical de altitude, presente, principalmente, na porção sul do Estado do Mato Grosso do Sul, apresenta como características gerais o fato das temperaturas serem superiores a 22ºC no verão e com mais de 30 mm de chuva no mês mais seco (EMBRAPA, s.d.). Esse clima apresenta temperaturas médias entre 18º C e 22º C e amplitude térmica anual entre 7º C e 9º C. Podemos destacar que o comportamento pluviométrico é idêntico ao do clima tropical. As chuvas de verão são mais intensas devido à ação da massa tropical atlântica. No inverno, as frentes frias originárias da massa polar atlântica podem provocar geadas (GALVANI, s.d.).

Referencias:

CONTI, J.B. e FURLAN, S.A. Geoecologia. O clima, os solos e a biota. In: ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 1996.

EMBRAPA. Climas. S.d. Disponível em: http://www.cnpf.embrapa.br/pesquisa/efb/clima.htm. Acesso em 08 de fevereiro de 2018.

GALVANI, E. Unidades Climáticas Brasileiras. S.d. Disponível em: http://www.geografia.fflch.usp.br/graduacao/apoio/Apoio/Apoio_Emerson/Unidades_Climaticas_Brasileiras.pdf. Acesso em 07 de fevereiro de 2018.

MARTINELLI, M. Clima do Estado de São Paulo. Confins Online, 2010. Disponível em: http://journals.openedition.org/confins/6348. Acesso em 28 de dezembro de 2017.

Arquivado em: Clima, Mato Grosso do Sul