Polímeros naturais

Graduação em Química (Faculdades Anhanguera, 2016)

Os polímeros naturais são aqueles encontrados na natureza, ou seja, que não são sintetizados pelo homem através de processos de transformação. Talvez o polímero natural mais conhecido seja o látex ou Borracha natural, obtida da seiva da seringueira, porém, eles estão presentes em praticamente toda fauna, flora e até no corpo dos seres humanos.

Amido

O amido é um homo polissacarídeo presente em diversos vegetais, constituído pela repetição de monômeros de carboidratos. Pode ser encontrado em sementes, raízes, folhas, frutos, caules, entre outros. Sua estrutura possui grande quantidade de hidroxilas (OH), formando moléculas de água, o que o torna um polímero hidratado. Por possuírem como principal constituinte carboidratos, são fonte calórica e energética, e encontrado em diversos alimentos, como batata, milho, trigo, arroz, mandioca, batata baroa, entre outros.

Molécula de amido. Ilustração: NEUROtiker [Public domain], via Wikimedia Commons

Fontes de amido. Foto: minadezhda / Shutterstock.com

Borracha natural

A Borracha natural é um polímero chamado cis – 1,4 – poli-isopreno, originário da seiva da árvore Seringueira (Hevea Brasiliensis), também conhecido como Látex. Até o ano de 1927, ela foi a primeira e única borracha utilizada, após este período foram descobertas outras borrachas sintéticas, contudo, a borracha natural é amplamente utilizada até os dias atuais. Ela é obtida pela coagulação do Látex em processos controlados, e ao reagir com o enxofre adquire reticulações entre as moléculas, formando uma borracha mais resistente às intempéries e às variações de temperatura, este processo se chama Vulcanização. As primeiras placas de borracha natural foram confeccionadas entre 1843 e 1844, por Hancock e Goodyear representando o início da indústria de transformação da borracha. As principais aplicações da Borracha são: Indústria de Pneus, produtos para saúde, calçados, indústria automotiva, entre outros. Por sofrer um processo de reticulação das cadeias, a borracha vulcanizada não é reprocessável, mas pode ser reaproveitada em várias aplicações, como carga em asfalto por exemplo.

Borracha natural (látex) escorrendo de árvore. Foto: Vassamon Anansukkasem / Shutterstock.com

Celulose

A Celulose é um polímero natural que possui como monômero um carboidrato classificado como polissacarídeo chamado glicose. Principal componente estrutural das paredes celulares das plantas, a celulose é amplamente empregada na indústria de papel, para fabricação dos mais diversos tipos de papéis, papelões e materiais compostos desse material, além de possuir aplicações também na indústria têxtil, na fabricação de tecidos sintéticos de seda, além de tecidos de algodão e linho, pois a celulose está presente na maioria das fibras puras em forma de lignina, que é um polímero tridimensional amorfo. Outros produtos feitos através da celulose são filmes fotográficos e cinematográficos, confeccionados em celuloide. Pode ainda, produzir um biocombustível chamado Etanol Celulósico. A Celulose é o polímero natural mais abundante na natureza.

Quitina

A Quitina, é uma molécula de polissacarídeo ou um polímero natural complexo encontrada em insetos como besouros, crustáceos como caranguejos, Siris, Lagostas e camarões, em alguns tipos de fungos, cogumelos e minhocas. É insolúvel em água e em alguns solventes orgânicos, que possui elevada resistência mecânica, boa flexibilidade, é bactericida e fungicida, atóxico e biodegradável. A Quitina ocorre em abundância na natureza, sendo o segundo polímero natural mais encontrado.

Há diversos outros polímeros naturais, com aplicações inclusive na medicina e estética, como é o caso do Colágeno. Lipídeos e Proteínas também são polímeros naturais, e estes estão presentes nos organismos animais e vegetais e também são chamadas de biomoléculas.

 

Referências:

Canevarolo Jr., Sebastião V. – Ciência dos Polímeros: um texto básico para Tecnólogos e Engenheiros. São Paulo, Editora Artiliber, 2002.

http://www.rubberpedia.com/vulcanizacao/vulcanizacao-com-enxofre.php

http://www.rubberpedia.com/borrachas/borracha-natural.php

Arquivado em: Compostos Químicos