Séries orgânicas

Graduação em Química (Centro Universitário Franciscano, UNIFRA, 2014)

Existem inúmeras variedades de compostos orgânicos que ocorrem por diversos motivos. Primeiro porque o carbono tem a característica de se ligar com a maioria dos elementos químicos, formando assim substâncias diferentes. Em segundo lugar porque existem várias funções orgânicas: hidrocarbonetos, cetonas, álcoois, aldeídos, ácidos carboxílicos, aminas, amidas, éteres, ésteres, anidridos, nitrilas, entre outros. Além disso as cadeias carbônicas podem apresentar variação na ligação entre os carbonos tornando-a uma cadeia saturada, que possui somente ligações simples entre carbonos, ou uma cadeia insaturada que pode apresentar tanto ligações duplas quanto triplas.

As séries nada mais são do que sequências de compostos orgânicos. Portanto, diante dessa grande gama de compostos temos a ferramenta das séries orgânicas que nos ajudam a compreender as propriedades dos compostos orgânicos através de algumas diferenças. As séries podem ser divididas em: séries homólogas, séries isólogas e séries heterólogas.

Série isóloga

São aquelas onde as cadeias orgânicas as quais se quer comparar apresentam mesma quantidade de átomos de carbono na estrutura, mesma função orgânica, porém diferem no tipo de insaturação e se a série apresenta ou não uma insaturação. As propriedades físicas desses compostos são bem semelhantes. Por exemplo o etino (C2H2) e o eteno (C2H4) que se diferenciam porque apresentam uma tripla e uma dupla ligação respectivamente.

Série heteróloga

Nessas séries estão agrupados os compostos que possuem a mesma quantidade de átomos de carbono, porém eles possuem funções orgânicas diferentes. Esses compostos possuem bastante diferença nas propriedades químicas e propriedades físicas. Dois exemplos são: benzeno (C6H6) e fenol (C6H6O); butano (C4H10) e butanol (C4H10O).

Série homóloga

Uma série homóloga é uma sequência infinita e deste modo, se adicionarmos ou retirarmos um ou mais átomos de carbono e consequentemente de hidrogênios podemos obter uma quantidade ilimitada de substâncias. Os compostos possuem mesma função orgânica, mesmas forças intermoleculares e a diferença entre eles está na quantidade de átomos de carbono. No caso dessa série as propriedades químicas são semelhantes e também devemos considerar que conforme a quantidade de carbonos aumenta, aumentam também os pontos de fusão e ebulição e a densidade.

Ainda pode-se notar que conforme a massa da molécula aumenta a solubilidade em água diminui e que nos compostos desta série, o número de átomos de hidrogênio equivale ao dobro do número de átomos de carbono mais dois então, podemos dizer que sua fórmula geral é CnH2n. Alguns exemplos dessa série são os hidrocarbonetos metano (CH4), etano (C2H6), propano (C3H8) e butano (C4H10) que formam uma série onde a diferença está no número de átomos de carbono e hidrogênio. Neste exemplo o composto que apresenta maior ponto de ebulição é o butano pois apresenta maior número de carbonos entre todos do grupo.

 

Arquivado em: Química Orgânica