Vegetação da Ásia

Mestrado em Geografia (UFSC, 2015)
Graduação em Geografia (UFSC, 2012)

A Ásia é o maior continente da Terra, possuindo territórios que são atravessados pela Linha do Equador, como Indonésia, até outros trespassados pelo Círculo Polar Ártico, como norte da Rússia. Essa configuração geográfica faz com que o continente possua uma grande diversidade de climas e vegetações.

No extremo norte russo, podemos observar a tundra, vegetação característica de climas polares, que tem líquens e musgos como a principal forma de vida. O congelamento da água do solo pelas baixas temperaturas impede que espécies mais complexas consigam se desenvolver na região. Indo em direção ao sul, gramíneas e pequenos arbustos podem ser observados, devido ao aumento da temperatura e o degelo da água do solo.

A porção central da Rússia e o norte da China são regiões dominadas pela floresta boreal de coníferas, ou taiga, que é caracterizada por coníferas (árvores com as copas em forma de cones) de grande porte com folhas em forma de agulha (aciculifoliadas). O formato das folhas é uma adaptação às constantes nevascas, para que a neve não acumule, e ao clima seco, já que as folhas regulam a transpiração da planta em tempos de seca. As copas das árvores formam um dossel que impede a iluminação solar de chegar ao solo, diminuindo o aparecimento de outros extratos vegetais. Nas áreas montanhosas, encontramos vegetações parecidas com a taiga, com grande presença de coníferas, e com a tundra. Isso ocorre porque as montanhas asiáticas alcançam grandes alturas e, portanto, baixas temperaturas.

As pradarias são encontradas no centro sul da Rússia, noroeste da Mongólia e na fronteira entre China e Coreia do Norte. São caracterizadas pelas gramíneas de grande estatura, chegando a dois metros, e pelo baixo índice pluviométrico. As pradarias são formações de vastos espaços abertos, não contendo árvores de tamanho significativo ou mesmo não contendo nenhum tipo de formação vegetal diferente de gramíneas – servindo, em muitos casos, como pastagens.

A vegetação mediterrânea é presente na costa oeste do Oriente Médio, voltada para o Mar Mediterrâneo. O clima nessa região se caracteriza por verões quentes e muito secos e invernos frios e úmidos. Esse tipo de vegetação apresenta um estrato arbustivo bem presente que, em muitos lugares, é praticamente intransponível para grandes mamíferos. Possui também uma presença significativa de pequenas árvores.

O centro da Ásia é coberto por estepes, vegetação típica de climas frios e secos, formadas por gramíneas. Excetuando-se as matas ciliares, essa vegetação praticamente não possui formações arbóreas. As estepes se diferenciam das pradarias pela menor altura alcançada pelas suas gramíneas, o que se deve ao reduzido índice pluviométrico encontrado no clima árido frio.

Uma parcela do Paquistão e da Índia é coberta por uma vegetação de savana, caracterizada pelas árvores de pequeno porte, arbustos e extensa cobertura de gramíneas. O semiárido asiático engloba grande parte do Oriente Médio, sendo uma área de transição entre o deserto e a floresta tropical ao leste e as estepes ao norte. Essa região apresenta uma vegetação xerófita, adaptada ao clima seco, de troncos grossos e raízes profundas, e cactáceas. No Oriente Médio e parte da Mongólia encontramos desertos que possuem poucas plantas adaptadas ao clima severo, possuindo poucas folhas, pequeno porte e metabolismo voltado para o acúmulo de água.

O sul e leste da Índia, e todo o sudeste asiático, são regiões dominadas pela floresta tropical. Essa formação possui a maior biodiversidade do mundo, em grande medida, por conta dos aspectos climáticos. As altas temperaturas e o grande índice pluviométrico fornecem um bom ambiente para a diversidade de formações vegetais. As árvores na floresta tropical têm uma estatura média de 30 metros e configuram uma extensa estratificação vegetal.

Referências bibliográficas:

Fontes:

https://books.google.com.br/books?id=cAAln606VrIC&pg=PA22&dq=estepes+bioma&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwiszd-R3ZfOAhXLHpAKHdbBBXMQ6AEIVzAK#v=snippet&q=savana&f=false

https://books.google.com.br/books?id=z4pWCgAAQBAJ&pg=PT385&dq=vegeta%C3%A7%C3%A3o+mediterranea+bioma&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwiyleiM1pfOAhWLgZAKHSHXDd0Q6AEIHjAA#v=onepage&q=savanas&f=false

https://books.google.com.br/books?id=V5xaWPTL_IYC&pg=PA154&dq=tundra+bioma&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwjxk_6tvpfOAhUEg5AKHSzxBNQQ6AEIJjAB#v=onepage&q=desertos&f=false

https://books.google.com.br/books?id=U6CboHxF0oIC&pg=PA138&dq=tundra+bioma&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwj1koe_vpfOAhUEgpAKHSHaBkI4ChDoAQg_MAY#v=onepage&q=tundra%20bioma&f=false

https://books.google.com.br/books?id=z4pWCgAAQBAJ&pg=PT367&dq=tundra+bioma&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwj1koe_vpfOAhUEgpAKHSHaBkI4ChDoAQhRMAk#v=onepage&q=desertos&f=false

https://www.educabras.com/ensino_medio/materia/geografia/continentes_e_paises/aulas/asia_aspectos_fisicos

Arquivado em: Ásia