Compostos alifáticos

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

A química orgânica é a ciência que estuda os compostos do elemento químico carbono, o qual é capaz de formar cadeias (ligar-se múltiplas vezes a si mesmo) e, dessa forma, dá origem a uma variedade imensa de compostos químicos estruturalmente distintos. Quando um composto orgânico é constituído apenas por átomos de carbono e de hidrogênio recebe a denominação de hidrocarboneto, e pode ser simbolizado por compostos HC. Um hidrocarboneto ainda pode ser classificado em sete classes distintas: alcano, alceno, alcino, alcadieno, ciclano, cicleno ou aromático, conforme sua estrutura de ligação na cadeia carbônica.

De um modo mais simplificado, costuma-se denominar uma molécula pertencente às seis primeiras classes de compostos alifáticos, e pertencente à última classe de composto aromático. Sendo assim, um composto alifático é aquele que não apresenta anéis de benzeno em sua estrutura.

metano

Metano

O composto acima, por exemplo, trata-se do metano, molécula que pertence à função de HC, mais especificamente é um alcano, e menos especificamente trata-se de um composto alifático.

Já a molécula abaixo exemplifica um composto de natureza aromática, ou seja, que apresenta pelo menos um anel benzênico em sua estrutura. Trata-se do dimetil-benzeno.

Dimetil-benzeno

Dimetil-benzeno

Dessa forma, um composto alifático pode ser cíclico ou acíclico, saturado ou insaturado, homoalifático ou heteroalifático.

  • Composto alifático cíclico: é aquele que apresenta um anel em sua estrutura química, como o caso do ciclohexano, por exemplo.
  • Composto alifático acíclico: é aquele que não apresenta anéis em sua estrutura química, como o caso do hexano, por exemplo.
  • Composto alifático saturado: é aquele que apresenta apenas ligações simples em sua estrutura química, que pode ser o caso tanto do hexano como do ciclohexano.
  • Composto alifático insaturado: é aquele que apresenta pelo menos uma instauração (ligação dupla ou tripla) em sua estrutura. É o caso, por exemplo, do hex-1-eno.
  • Composto homoalifático: é aquele que não apresenta um heteroátomo entre átomos de carbono, ou seja, não possui um elemento químico diferente quebrando a sequência de átomos de carbono. Todos os exemplos acima se aplicam.
  • Composto heteroalifático: é aquele que apresenta pelo menos um heteroátomo entre átomos de carbono, ou seja, possui um elemento químico diferente quebrando a sequência de átomos de carbono. Nenhum dos exemplos acima se aplica. Um composto heteroalifático não pertence à função de HC, sendo classificado como pertencente a uma outra função orgânica, como, por exemplo, o éter, que apresenta um átomo de oxigênio entre átomos de carbono.

Referências:
PERUZZO, Francisco Miragaia (Tito); CANTO, Eduardo Leite; Química na Abordagem do Cotidiano, Ed. Moderna, vol.1, São Paulo/SP- 1998.

Arquivado em: Química Orgânica