Planalto Central

Por Caroline Faria
A região central brasileira é comumente chamada de “planalto central” devido à característica aplainada do seu relevo e por se localizar bem no meio do país. O planalto central compreende partes dos Estados de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins e Mato Grosso do Sul (não confundir o planalto central com a região centro-oeste, pois esta última, compreende apenas os Estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul).

Chapada dos Guimarães, na borda do Planalto Centra. Foto: Erni / Shutterstock.com

Chapada dos Guimarães, na borda do Planalto Centra. Foto: Erni / Shutterstock.com

O ponto de maior altitude no planalto central é na Chapada dos Veadeiros. Tombada como Patrimônio Mundial do Brasil, em 2001, pela Unesco, a Chapada possui altitudes que variam de 600 m a 1650 (Serra da Santana), e é considerada por muitos como um lugar místico.

Uma das principais características da região do planalto central é a vegetação característica, o Cerrado, com espécies da flora como o Ypê do Cerrado (que é menor que o Ypê comum e apresenta galhos tortuosos), a aroeira, as orquídeas, a copaíba e outras espécies que somam mais de 3 mil diferentes espécies de vegetais. A fauna também apresenta uma grande diversidade com cerca de 1.500 espécies, algumas das quais em risco de extinção.

É no planalto central, também, que têm origem alguns dos rios mais importantes do Brasil como os rios Araguaia e Tocantins que constituem a maior bacia hidrográfica inteiramente brasileira. Além de abrigar ainda parte dos cursos d’água de outras duas importantes baias hidrográficas, a Amazônica e a bacia do São Francisco.

Pela característica de seu relevo e perfil hidrológico, a região do planalto central apresenta um grande potencial hidrelétrico que mesmo nos períodos de estiagem é capaz de abastecer grande parte da região. Um bom exemplo é a hidrelétrica de Tucuruí, no rio Tocantins, que abastece a Serra dos Carajás e Albrás.

Outra riqueza do planalto central e que constituiu fator decisivo para a ocupação e crescimento da região é a Capital Federal. Brasília foi construída na década de 60 bem no meio do nada e hoje está entre as grandes metrópoles do país.