Ácido Nítrico

Por Mayara Lopes Cardoso
O ácido nítrico é um composto químico representado pela fórmula HNO3, líquido viscoso, inodoro e incolor, muito volátil, forte oxidante, corrosivo, imiscível em água. É o segundo ácido mais fabricado e mais consumido na indústria, perdendo apenas para o ácido sulfúrico.

Trata-se de um ácido incompatível com a maioria dos compostos orgânicos. Quimicamente, o ácido nítrico reage de três maneiras: como ácido forte, como agente oxidante, como agente de nitração. Como ácido forte, provoca reação com produtos alcalinos e óxidos, formando sais denominados nitratos; oxida produtos orgânicos como a anilina e o álcool furfurílico, sendo usado em combustíveis para foguetes; já as reações de nitração envolvem a nitração comum (com hidrocarbonetos) e a esterificação (com álcoois), o que possibilita a síntese de explosivos orgânicos.

A produção industrial de ácido nítrico se dá pelo processo de Ostwald, em que se utiliza amoníaco aquecido com um catalisador (platina) para a formação do óxido nítrico, que, por sua vez, sofre oxidação, formando dióxido de nitrogênio e depois reagem com água, dando origem, finalmente, a esse ácido. Antes da descoberta do Ostwald, o ácido nítrico era obtido através de um processo denominado arco voltaico, onde o próprio ar era submetido a uma corrente elétrica e reagia a 3000 graus, formando o óxido nítrico (NO). Ou, também, poderia ser produzido através da reação de nitrato de sódio com ácido sulfúrico. A produção de ácido nítrico é extremamente poluidora, pois libera gases que contribuem para o desencadeamento da chuva ácida e agravamento do efeito estufa.

O ácido nítrico é muito utilizado pela indústria química, principalmente em processos de nitrificação de composto orgânicos, na fabricação de explosivos, fertilizantes agrícolas, vernizes, celuloses, salitre (nitrato de potássio), pólvora negra, trinitrolueno (TNT), nitroglicerina (dinamite), seda artificial, ácido benzoico, fibras sintéticas, galvanoplastia, ácido pícrico, nylon, entre outros.

Na indústria metalúrgica, o ácido nítrico é utilizado para a refinação de metais preciosos, como o ouro e a prata. Na indústria de impressão é usado como agente de gravação em fotogravura e litografia. É utilizado pelos fotógrafos que utilizam filmes de nitrocelulose e pela indústria farmacêutica, na composição e na destruição de medicamentos.

Pode causar efeitos nocivos à saúde, se inalado, pode conduzir à pneumonia e edema pulmonar, se ingerido, pode ocasionar queimaduras na boca, garganta, esôfago e estômago, em contato com a pele e olhos causa queimaduras severas. Em caso de acidentes com ácido nítrico é fundamental buscar orientação médica.

Referências
http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%81cido_n%C3%ADtrico
http://www.quimitec.com.br/acido/2.htm
http://www.fisica.net/quimica/resumo10.htm
http://www.qca.ibilce.unesp.br/prevencao/produtos/acido_nitrico.html
http://www.infopedia.pt/$acido-nitrico