Eras Históricas

Mestrado em História (UDESC, 2012)
Graduação em História (UDESC, 2009)

A divisão da história da humanidade em períodos é um tema bastante controverso entre os historiadores. Isso porque entende-se que é muito difícil encaixar todas as experiências humanas ao longo do tempo, nos mais diversos pontos do planeta, em uma única linha do tempo. De maneira geral as eras históricas são subdivisões que compõem uma linha do tempo que diz respeito, majoritariamente, à História do Continente Europeu e suas conexões com outras sociedades. Desta forma, antes de ler sobre as características de cada período é preciso ter em mente que esta linha do tempo é bastante reducionista e não contempla todos os grupos ao longo do tempo.

Cenas de diversas eras históricas. Fonte: matrioshka, Vuk Kostic, Michael Rosskothen, Phant / Shutterstock.

Pré-História

O primeiro período que podemos definir chama-se pré-história. Ele é assim nomeado por se tratar de sociedades anteriores ao domínio da escrita e que, por isso, não deixaram registros escritos que possam relatar suas histórias. Essas sociedades viviam de forma nômade, através da caça de animais e coleta de alimentos da natureza. Construíram ferramentas, dominaram o fogo e desenvolveram diversas técnicas que auxiliaram na sua sobrevivência. Também foi neste recorte que ocorreu a Revolução Agrícola, quando houve, em alguns grupos, um processo de sedentarização. Passaram a viver de forma fixa e desenvolveram a agricultura, que possibilitou sua sobrevivência e o aumento demográfico na região do Crescente Fértil, através do domínio dos rios – Tigre, Eufrates e Nilo.

Leia também:

Idade Antiga

O período subsequente é a Idade Antiga, que se inicia com as Civilizações da Antiguidade Oriental, as primeiras a desenvolverem um código escrito. Os primeiros registros de escrita cuneiforme são da Mesopotâmia. A Idade Antiga se inicia em aproximadamente 4 mil anos a.C., com civilizações como Mesopotâmia, Egito, Fenícios, Hebreus e Pérsia. Já a Antiguidade Clássica foi o período de desenvolvimento de Grécia e Roma. Foi neste período que se desenvolveram as cidades-estado, o poder grego sobre o mundo antigo, a democracia ateniense, bem como a ascensão romana. O período se encerra com 476 d.C com a Queda do Império Romano do Ocidente.

Leia também:

Idade Média

A Idade Média é caracterizada pela relação íntima com a religião, especialmente a ascensão da Igreja Católica e das Cruzadas, um movimento de militares católicos com a intenção de conquistar a terra santa de Jerusalém. Usualmente a Idade Média é conhecida por Idade das Trevas. Tanto Trevas como Média são denominações que pouco dizem respeito ao período, pois subjugam a cultura e a sociedade à época, tornando o período estigmatizado. Foi neste momento também em que a sociedade estava organizada a partir do feudalismo. O período durou aproximadamente mil anos e se encerra em 1453 com a Tomada de Constantinopla.

Idade Moderna

O mundo a partir do século XV foi bastante transformado. Foi o momento da transição do feudalismo para os Estados Nacionais Modernos, sendo os primeiros deles Portugal e Espanha. Foram eles também os primeiros a dominar os mares e desenvolver a navegação rumo a conquista de novos mercados como as Índias. Por meio das Grandes Navegações, chegaram em outros continentes, como a América, e iniciaram um projeto colonizador que durou muitos séculos. Foi também o momento da exploração do continente africano e da escravização pelo atlântico. É do período de transição entre o medievo e a modernidade a invenção da prensa gráfica por Gutemberg e a impressão de livros sagrados em outras línguas. Neste momento também outras religiões emergem, como as protestantes. Entende-se que a Idade Moderna tenha durado até as revoltas populares que culminaram na Revolução Francesa em 1789.

Idade Contemporânea

A Idade Contemporânea se inicia com a Revolução Francesa e dura até os dias atuais. Ela foi marcada pelo iluminismo, pelo desenvolvimento da ciência e definição dos campos científicos, mas também, e principalmente, pela eclosão da Primeira e da Segunda Guerra Mundial. Foi marcada pelo fim da escravidão pelo tráfico atlântico no século XIX e pelos processos de independência em África no século XX. Foi também no século XX que o mundo viveu a segregação racial, no Estados Unidos, na África do Sul. Foi o período das ditaduras na América Latina e do Maio de 1968 na França. Foi o período dos onze de setembro – no Chile em 1973 e nos Estados Unidos em 2001.

Referências:

BURKE, Peter. Cultura Popular na Idade Moderna. São Paulo: Companhia de Bolso, 2010.

GUARINELLO, Norberto. História Antiga. São Paulo: Contexto, 2013.

HOBSBAWN, Eric. Era do Capital. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

LE GOFF, Jacques. Por uma idade média. Petrópolis: Vozes, 1977.

PINSKY, Jaime. As primeiras civilizações. São Paulo: Contexto, 2011.

Arquivado em: História