Clima equatorial

Licenciatura em Geografia (UNESP, 2013)

O clima equatorial ocorre em regiões próximas à linha do Equador, como África, Ásia, América Central e América do Sul. Este clima pode chegar a outras localidades devido a ação dos ventos alísios. No caso do Brasil, esse clima ocorre nos estados do Pará, Amazonas, Rondônia, Amapá, Roraima, oeste do Maranhão, e norte do Tocantins e Mato Grosso.

Estas áreas recebem grande incidência de raios solares, devido ao eixo de inclinação da Terra, que proporciona uma incidência perpendicular dos raios solares. Ou seja, é um clima quente e úmido, não havendo determinações quanto a estações do ano, pois suas temperaturas são altas durante todos os meses, além da grande quantidade de evaporação, o que leva a um aumento da umidade do ar, tendo, portanto, alta precipitação durante o ano todo, chegando a ultrapassar os 2.000 mm anuais, o que condiz com uma baixa amplitude térmica.

O clima equatorial tem como vegetação as Florestas Equatoriais, que são densas e com grande biodiversidade. Apesar disso seu solo é pobre e raso, o que faz com que a vegetação sobreviva a partir da decomposição do seu próprio bioma. Um exemplo é a Floresta Amazônica, que contém um grande número de espécies arbóreas, e animais.

Já as atividades econômicas, como a agricultura, são praticamente restritas devido às chuvas que tendem a carregar os nutrientes do solo, porém o desmatamento para utilização da madeira e da pecuária é intenso nessas áreas, causando grande impacto ao meio ambiente.

Referências bibliográficas:

OLIC, Nelson B., SILVA, Angela C. da, LAZONO, Ruy. Vereda digital geografia. 1.ed. São Paulo: Moderna, 2012.

ADAS, Melhem, ADAS, Sérgio. Expedições geográficas, 6º ano. 1.ed. São Paulo Moderna, 2011.

ADAS, Melhem, ADAS, Sérgio. Expedições geográficas, 8º ano. 1.ed. São Paulo Moderna, 2011.

TERRA, Lygia, ARAUJO, Regina, GUIMARÃES, Raul B. Conexões: estudos de geografia e do Brasil. 3.ed. São Paulo: Moderna, 2015.

Araribá Plus Geografia. Obra coletiva concebida, desenvolvida e produzida pela Editora Moderna: editor executivo Cesar Brumini Dellore. 4.ed. São Paulo: Moderna, 2014.

Arquivado em: Clima