Clima de Minas Gerais

Mestre em Ciências Humanas (PUC-RJ, 2016)
Graduado em Geografia (UFF, 2009)

O clima predominante no Estado de Minas Gerais é o clima tropical com inverno seco, embora também apresente, em algumas áreas, o clima subtropical de altitude e o clima tropical úmido. O clima tropical com inverno seco se caracteriza por apresentar uma estação chuvosa no verão, nos meses de novembro a abril, e nítida estação seca no inverno, nos meses de maio a outubro (sendo julho o mês mais seco). A temperatura média do mês mais frio é superior a 18ºC. As precipitações são superiores a 750 mm anuais, atingindo 1800 mm. Este tipo de clima está presente no Estado de Minas Gerais nas regiões do Triângulo Mineiro, principalmente na porção oeste desta região, em praticamente toda a metade norte de Minas Gerais e no sudeste de Minas Gerais, na região de Muriaé – Cataguases – Leopoldina.

Entretanto as temperaturas variam de acordo com o relevo (altitude), a proximidade com o mar (maritimidade) e a latitude. É importante ressaltar que a há diferenças nos conceitos de clima e de tempo meteorológico. Assim, o tempo é uma combinação passageira da atmosfera, já o clima resulta de condições que perduram por um período mais longo. O tempo é uma combinação transitória, concreta, de comportamentos dos elementos, caracterizando um estado atmosférico momentâneo (CONTI & FURLAN, 1996). O clima, segundo MARTINELLI (2010) é a série de estados da atmosfera acima de um lugar em sua sucessão habitual.

O Estado de Minas Gerais, de acordo com Reboita et al. (2015), apresenta uma geografia peculiar, possuindo diferentes complexos topográficos como as serras da Mantiqueira, da Canastra e do Espinhaço além do fato de não fazer fronteira com o oceano. Tais características influenciam diretamente o clima regional, pois a distância do oceano contribui para uma maior amplitude do ciclo diurno da temperatura do ar (REBOITA et al., 2015). A topografia, que tem altitudes variando entre 76 a 2892 m, aproximadamente, favorece o desenvolvimento de circulações de mesoescala (brisa de vale e montanha), que influenciam a direção e a intensidade do vento, e condições úmidas a barlavento das áreas montanhosas e secas a sotavento destas. Somado a isto, áreas com maior elevação possuem temperaturas mais baixas que aquelas mais próximas ao nível médio do mar.

Por conta destes fatores é que temos uma certa predominância do clima tropical com inverno seco no Estado de Minas Gerais. Entretanto, por influência das regiões de altitude elevada, o extremo sul do Estado de Minas Gerais possui a influência do clima subtropical de inverno seco, também aparecem no Estado áreas menores sob a influência do clima subtropical de altitude. É importante ressaltar que esses climas também possuem inverno seco, porem com temperaturas um pouco menos elevadas do que no restante o Estado, que está sob influência do clima tropical com inverno seco (REBOITA et al., 2015).

Referencias:

CONTI, J.B. e FURLAN, S.A. Geoecologia. O clima, os solos e a biota. In: ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 1996.

MARTINELLI, M. Clima do Estado de São Paulo. Confins Online, 2010. Disponível em: http://journals.openedition.org/confins/6348. Acesso em 28 de dezembro de 2017.

REBOITA, M. S.; RODRIGUES, M.; SILVA, L. F. & ALVES, M. A. Aspectos Climáticos do Estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Climatologia, Ano 11, Vol. 17 – Jul/Dez, 2015. Disponível em: http://revistas.ufpr.br/revistaabclima/article/view/41493/27319. Acesso em 31 de janeiro de 2018.

Arquivado em: Clima, Minas Gerais